Menu
SADER_FULL
terça, 25 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Corinthians acerta com César Cielo e Poliana Okimoto

4 Mar 2010 - 14h22Por Uol

O Corinthians vai contar, em 2010, com os dois principais atletas da natação brasileira. O clube confirmou nesta quinta-feira que acertou a contratação de César Cielo e Poliana Okimoto. Os dois já estão com as minutas do contrato e o Corinthians só aguarda a assinatura para fazer o anúncio oficial. A chegada pode acontecer na próxima semana.

“Está tudo apalavrado com os dois. Estão com as minutas do contrato e nós só esperamos as assinaturas para fazer o anúncio. Mas, até pela experiência que temos do futebol, só vamos falar dos dois como atletas do Corinthians depois disso”, afirmou Fernando Alba, diretor de esportes aquáticos do clube da zona leste.

Segundo o dirigente, o clube deve fazer festa para receber os nadadores. O dia para a apresentação deve ser definido pela agenda de Cielo, que compete até sábado nos EUA. “Não vou falar em datas, mas ele (Cielo) deve vir ao Brasil para ser apresentado. Vamos fazer uma recepção digna do atleta que ele é”.

O acordo com Cielo, campeão olímpico dos 50m, mundial dos 50m e 100m e recordista mundial das duas provas, foi fechado na semana passada, após meses de negociação. Com Poliana, campeã do circuito de Copa do Mundo de maratonas aquáticas da Fina no ano passado, a discussão foi mais rápida. “Assim que fechamos com o Cielo, liguei para a Poliana e fiz a proposta. Em 15 minutos, estava tudo fechado”, conta o dirigente.

O projeto corintiano para a natação será baseado na imagem do campeão olímpico. Usando Cielo como garoto-propaganda, o clube espera reunir verbe de patrocínio suficiente para pagar o nadador e ainda bancar Poliana, vencedora do circuito mundial de maratonas aquáticas no ano passado.

O modelo é o mesmo que o futebol alvinegro usou para trazer Ronaldo. “Aprendemos com o Ronaldo. O dinheiro para a contratação não existe ainda. Ele é criado com a chegada do Cielo. E ele cria receita para, também, aumentar o investimento na natação”.

A situação dos treinadores da dupla, porém, não mudará. Ricardo Cintra, de Poliana, criou, neste ano, uma equipe no Sesc de Cubatão. E Alberto Silva, o Albertinho, renovou recentemente seu contrato com o Pinheiros, até 2012. Os dois seguirão com seus clubes e poderão continuar trabalhando com os atletas.

Além da dupla, o Corinthians ainda pode trazer mais estrelas da natação mundial para defender o clube. Questionado sobre a contratação do francês Fred Bousquet, ex-recordista mundial dos 50m livre e parceiro de treinos de Cielo em Auburn, Alba confirmou que existe a possibilidade para eventos importantes, como o Troféu Maria Lenk, em maio.

“Já trabalhamos com essa política de contratar estrangeiros. E agora, vamos analisar com nossa comissão técnica quais são as provas em que seria interessante ter reforços, já que podemos trazer dois estrangeiros. As provas em que o Cielo nada são, sim, uma possibilidade”.

Em 2008, o clube já tinha negociado para que Michael Phelps nadasse no país. Os dirigentes brasileiros chegaram a negociar valores com o norte-americano, mas o acordo não foi fechado por incompatibilidade de datas.

Leia Também

SEU DINHEIRO
Qualquer cidadão pode consultar se tem valores a receber de instituições financeiras; saiba como
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Mãe vê partes íntimas vermelha, pergunta e filha de 2 anos aponta paro o tio
ACASALAMENTO DE COBRAS
Casal sucuri acasalando em rio assusta e impressiona turistas; veja vídeo
MEIO AMBIENTE
O número médio anual de relâmpagos do país aumentará para 100 milhões
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, Brasil registrou mais 135.080 casos e 296 mortes por covid-19
Fábrica de placas solares  ENERGIA SOLAR
Brasil atinge 1 milhão de consumidores com geração própria de energia solar
BRASIL 622.205 MORTES
Com recorde de 204.854 novos casos, Brasil registra 350 óbitos em 24 horas
ALARMANTE
Brasil bate recorde de casos diários de covid-19 com 204,8 mil
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab ainda tem 916 vagas para indígenas trabalharem nas lavouras de maçãs em SC e RS