Menu
SADER_FULL
segunda, 17 de maio de 2021
Busca
Brasil

Coordenador diz que comparecimento ao exame é importante

27 Ago 2004 - 10h38
O coordenador do Exame Nacional de Nível Médio (Enem), Dorivan Ferreira, disse que o exame, que será aplicado no próximo domingo (29), em 608 municípios do país, é diferente de todas as outras avaliações do Ministério da Educação. "Por isso é importante o comparecimento dos alunos", afirmou, em entrevista ao jornal NBR Manhã.

Dorivan Ferreira disse que o Enem tem como característica principal a auto-avaliação dos conhecimentos que o aluno conseguiu adquirir durante a sua escolarização básica. "Com o boletim de resultado, o aluno pode fazer uma auto-avaliação dos pontos em que ele está mais forte e onde está mais fraco. É um e exame completamente diferente dos outros exames do Ministério", afirmou.

O exame, disse ainda, não avalia o ensino médio, nem sistema educacional. "Ele avalia o indivíduo, o cidadão, e esse indivíduo, que tem um boletim em sua mão, pode tomar a decisão de continuar no estudo, continuar no mercado de trabalho, fazer reivindicação na sua escola para melhorar mais ainda a qualidade do ensino".

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NO HARAS
Vaqueiro morre ao ser arrastado por boi durante vaquejada, em Paranatama; veja vídeo
Foto: Divulgação/Instagram LUTO NA MÚSICA
MC Kevin morre aos 23 anos no Rio de Janeiro
SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho