Menu
SADER_FULL
segunda, 8 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Consumo de energia no Brasil cresce 7,8% em 2010

24 Jan 2011 - 15h55Por Reuters News

O consumo de energia elétrica no Brasil cresceu 7,8% em 2010 em relação ao ano anterior, totalizando 419.016 gigawatts-hora (GWh), informou nesta segunda-feira a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Em dezembro, o consumo foi de 36.187 GWh, alta de 4,9% ante o mesmo período de 2009.

 

De acordo com a EPE, as indústrias consumiram 183.743 GWh na rede no ano passado, crescimento de 10,6% sobre o consumo do setor em 2009. O resultado é superior aos valores de consumo de 2008, antes da crise financeira internacional e principal responsável pela expansão do mercado, contribuindo com 4,5 pontos percentuais na taxa anual de 7,8% do consumo total.

 

O avanço, entretanto, ficou pouco abaixo do previsto em outubro pela EPE. Segundo a empresa, vinculada ao Ministério de Minas e Energia, no ano passado o consumo cresceu 7,8 %, para 419.016 gigawatts-hora (GWh), avanço inferior aos 8,1% anteriormente estimados.

 

"O consumo industrial de energia elétrica na rede liderou a expansão do mercado em 2010, contribuindo com 4,5 pontos percentuais na taxa anual de 7,8% do consumo total" disse a EPE, em comunicado.

 

No ano passado, o consumo dessa classe cresceu 10,6 % ante 2009, chegando a 183.743 GWh, superando os valores de consumo registrados em 2008, antes da crise financeira. A região Sudeste, disse a EPE, foi a região que apresentou o maior crescimento no consumo industrial, de 13,1 %.

 

Em dezembro, o segmento industrial apresentou crescimento de 6,3 % ante o mesmo mês de 2009, totalizando 15.524 GWh.

 

Já o consumo residencial avançou 6,3% no ano passado, para 107.160 GWh, mantendo o mesmo patamar de crescimento registrado em 2009, de 6,4%.

 

"A evolução deste consumo nos últimos anos tem sido favorecida por um mercado de trabalho aquecido (taxa de desocupação em queda e aumento do emprego formal, da massa salarial e do rendimento médio) e pela oferta de crédito, que vem estimulando a aquisição de aparelhos eletrodomésticos com decorrente consumo adicional de eletricidade."

 

Em dezembro de 2010, o consumo da classe residencial cresceu 4,6%.

 

O consumo comercial de energia elétrica, por sua vez, registrou expansão de 5,9 % em 2010 ante 2009, para 69.086 GWh. "O aumento da renda e do crédito também funcionou como estímulo ao comércio e ao setor de serviços, e isso se deu de forma mais intensa no Norte e no Nordeste", afirmou a EPE. Nestas duas regiões o crescimento em 2010 ante o ano anterior foi de, respectivamente, 11 %e 8,9 %.

 

Em dezembro, o consumo comercial teve elevação de 3 %.

 

EPE prevê crescimento em 2011
O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Mauricio Tolmasquim, estima que o consumo de energia elétrica no Brasil deverá crescer 5,4% em 2011 ante 2010, para um total de 441,4 terawatts-hora.

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento