Menu
SADER_FULL
quinta, 23 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Consumo de energia em modo de espera pode ser limitado

6 Ago 2004 - 08h03
A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio está analisando o Projeto de Lei 3893/04, do deputado Fernando Gabeira (sem partido-RJ), que limita em 1 watt o consumo de eletricidade por aparelhos eletro-eletrônicos operando em modo de espera. A proposta lista os equipamentos que serão submetidos à limitação e os aparelhos que poderão exceder o consumo mínimo.
Atualmente, a Lei 10295/01 incumbe o Executivo de estabelecer níveis máximos de consumo dos aparelhos.
Segundo o autor do projeto, está aumentando o número de aparelhos ligados em modo de espera, que consomem "considerável quantidade de energia elétrica, gasto que pode ser minimizado, uma vez que hoje é tecnológica e economicamente possível a fabricação de aparelhos que consomem 1 watt ou menos no modo de espera".

Tramitação
Da Comissão de Desenvolvimento Econômico, onde aguarda indicação de relator, o texto será encaminhado ao exame das comissões de Minas e Energia; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. A matéria tramita em caráter conclusivo o que permite que ela seja encaminhada ao Senado sem passa pelo plenário da Câmara.
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada
CARROS SEMINOVOS
Como fazer uma boa escolha de veículos seminovos
LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro