Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 28 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Confirmada a base da Força Nacional em Ponta Porã

27 Out 2009 - 10h35Por Diário MS
O secretário nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, esteve ontem no Assentamento Itamarati, em Ponta Porã, e confirmou a instalação no local de uma base aeropolicial da Força Nacional de Segurança, com entrada em operação a partir de 2010 para desenvolver a missão de vigiar a região de fronteira, combater o tráfico de armas e drogas e diminuir a violência nos centros urbanos.
De acordo com Balestreri, a decisão do governo federal atende pedido encaminhado pelo senador Delcídio do Amaral (PT/MS), que acompanhou o secretário na visita de inspeção ao Assentamento Itamarati com o objetivo de avaliar as necessidades para a implantação imediata da unidade de segurança pública.
“O senador Delcídio tem sido um grande parceiro na medida em que ele defende no Congresso uma política de fronteira, que agora começa a ser implantada. Vamos montar uma grande base de segurança pública na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai, a primeira de uma série de bases que o governo vai implantar para atender outros estados, com homens treinados e altamente capacitados, equipados de helicópteros e aviões com autonomia de voar, sem reabastecimento, daqui até o Rio Grande do Sul e parte da Amazônia. Essa unidade irá atender não apenas a Polícia Federal, mas também os órgãos de segurança pública locais, como a Polícia Militar e a Polícia Civil, e, sem dúvida alguma, isso vai ampliar o nível de segurança da população de Mato Grosso do Sul”, comentou o secretário Balestreri.
Para o senador Delcídio do Amaral, a implantação da base do grupamento aéreo da Força Nacional no Assentamento Itamarati representa o início de uma política definitiva de segurança pública na região de fronteira.
“O fato de Mato Grosso do Sul ter sido o estado escolhido para receber a primeira da série de bases que será construídas significa respeito e atenção que o presidente Lula e o ministro da Justiça, Tarso Genro, tem para com Mato Grosso do Sul. Para o nosso estado e para o Brasil trata-se de um projeto absolutamente fundamental, porque o problema enfrentado nos grandes centros, com o crescimento do narcotráfico, especialmente no Rio de Janeiro e São Paulo, é um mal que vem de fora, que entra no país pelo contrabando, e que agora o Brasil começa a combater na medida em que reforça a segurança na fronteira”, disse Delcídio.
Com investimento de R$ 160 milhões, a nova unidade da Força Nacional no Assentamento Itamarati vai ocupar uma área de 34,5 hectares cedida pela INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e será responsável pela segurança de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Paraná, estados que fazem fronteira com Paraguai, Bolívia e Argentina.
No Assentamento Itamarati já há uma pista de pouso de 2.040 metros, um hangar de dois pavimentos e um restaurante, e o local passará por uma completa adequação, inclusive com a construção de uma vila de 40 casas, para receber os policiais e toda a infraestrutura de ação, como helicópteros e aviões. “Está provado que o crime organizado no Rio de Janeiro e São Paulo atua utilizando armas longas, como fuzis e 762, e que essas armas pesadas entram pela fronteira. Vamos evitar isso”, afirmou o secretário.
Segundo ele, o objetivo é combater o contrabando de armas e drogas, mas a Força Nacional vai trabalhar também na área ambiental, especialmente extração de madeira.

Leia Também

CARRO DESGOVERNADO
Aluno de 13 anos é atropelado e prensado contra muro de colégio por carro desgovernado
SOB INVESTIGAÇÃO
Amigos saem para pescar e encontram cadáver boiando em rio
DESASTRE AÉREO
Diretor da UPA que sofreu acidente aéreo no Pantanal morre em hospital
COVID-19
Covid-19: Brasil tem 15,7 mil novos casos e 537 mortes em 24 horas
+ AUMENTO
Gasolina sobe pela 8ª semana seguida nos postos, aponta ANP
PAN AMERICANO JUNIOR
Atleta de MS carregará as cores do Brasil no vôlei de praia nos Jogos Pan-Americanos Júnior
LIÇÕES DA BÍBLIA
Prefácio de Deuteronômio
ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore