Menu
SADER_FULL
terça, 22 de junho de 2021
Busca
NAVIRAÍ

Confirmação de raiva bovina alerta a saúde em Naviraí

23 Mar 2010 - 07h12Por Diário MS
A gerência de saúde de Naviraí confirmou um caso de raiva bovina no município. O registro ocorreu em uma propriedade rural, distante a cerca de 10 km da cidade. A informação foi passada ontem (22) pela gerente de Saúde de Sônia Kamitani. Segunda ela, após a suspeita, o Iagro - Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal, coletou o material para exame, quando foi constatado o caso.

Diante da confirmação no sábado e domingo a prefeitura de Naviraí, através da Vigilância Sanitária, realizou uma vacinação de emergência num raio de 5 km onde ocorreu o caso de raiva bovina. A intenção da saúde pública do município é fazer uma barreira impedindo que a doença possa chegar na zona urbana o que causaria danos maiores a toda população de modo em geral.

O gerente do Núcleo de Vigilância Sanitária do Município Manoel Messias, lembra da importância daquele morador que não vacinou seu animal na última campanha nacional anti-rábica, para que esteja fazendo o mesmo. “Todo o cuidado é pouco, nós já estamos tomando as devidas providências. Mas alertamos aquele proprietário que não vacinou seu cão e gato que procure a vigilância sanitária. Pedimos que todos colaborem conosco neste momento”, argumenta o gerente de vigilância sanitária de Naviraí.
Sônia Kamitani, gerente de Saúde de Naviraí lembrou que a doença acomete os animais e também atinge o homem é transmitida pelo morcego que tem o habito de chupar sangue do animal e esses mesmo morcegos podem vir a contaminar os cães. Para Sônia, é importante neste momento estar fazendo um reforço. “A raiva é transmitida para o homem através dos animais domésticos. Então nós precisamos garantir altas coberturas vacinais. A partir da notificação deste caso pelo Iagro, onde houve o óbito do bovino, com raiva confirmada, vamos manter um posto de vacinação junto ao controle de vetores. Aqueles que tiverem interesse podem pegar a vacina e levar para a sua casa e efetuar a vacinação desses animais”, comenta a Sônia.

Ela lembrou que até o momento a raiva se encontra apenas no animal bovino e todo trabalho está sendo realizado para que a doença não se alastre. “Na verdade existe um risco de pegar o animal doméstico e contaminar o homem. Por conta disso é que gente esta tomando todas as providências necessárias para evitar que isso aconteça. A raiva transmitida para o homem é quase letal, pois não existe caso de cura para aquele que está cometido da raiva. É uma doença que não está tendo ocorrência de casos em humanos e cães, e sim em apenas em bovino, que isso fique bem claro”, explica a gerente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América