Menu
SADER_FULL
sexta, 17 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Confederação vai capacitar prefeitos eleitos em outubro

10 Ago 2004 - 09h22
O fortalecimento e o desenvolvimento dos municípios passa pela qualificação de seus gestores. É pensando nisso que a Confederação Nacional de Municípios (CNM) vai promover entre outubro e dezembro o Seminário Novos Gestores Municipais – Capacitando para o Desenvolvimento Municipal. “Compartilhar o conhecimento, por meio de intercâmbio de informações e experiências, é essencial para preparar o prefeito para enfrentar todos os desafios que o esperam”, destaca o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski.

O evento tem apoio do Governo Federal, das Federações e Associações Regionais e Microrregionais de Municípios e do Sebrae. No total, serão realizados dez encontros regionais, abrangendo todos os municípios do País, sendo dois na região Sul, dois na região Sudeste, três no Nordeste, um no Norte e dois no Centro-Oeste. Cada encontro terá a duração de quatro dias e será composto por 16 temas de trabalho: Agricultura, Assistência Social, Cultura, Contratação de Terceiros pelo Município, Educação, Fontes de Financiamento, Tecnologia e Controle de Gestão, Aspectos Jurídicos da Administração Municipal, Meio Ambiente, Planejamento e Desenvolvimento Urbano, Receita Municipal, Trânsito, Turismo e Finanças: Orçamento, Planejamento, Execução e Comprovação.

“O principal objetivo do evento é compartilhar experiências exitosas, mostrando como combater a evasão escolar, como funciona a previdência pública, por que a mortalidade infantil aumenta ou diminui, qual a experiência que foi utilizada para acabar com o analfabetismo, enfim, como dar eficiência à gestão. O prefeito tem que saber quais práticas são plausíveis para fazerem parte do seu projeto de governo”, afirma Ziulkoski.

De acordo com pesquisa realizada pela CNM em julho, o índice de renovação nas prefeituras nas eleições deste ano pode chegar a mais de 70%. Tomando como base as eleições de 2000, quando a média nacional de prefeitos que disputaram a reeleição e venceram foi de 60%, teríamos a continuidade dos atuais prefeitos em apenas 1.657 municípios, ou seja, 29,82% do total de municípios do Brasil.

“Queremos mostrar técnicas e exemplos das melhores práticas de governança municipal, com o objetivo de capacitar os novos governantes frente aos desafios da administração pública. É importante os novos gestores estarem atentos às novas exigências impostas pelo controle externo, como por exemplo, em relação à Lei de Responsabilidade Fiscal”, afirma Ziulkoski. O líder municipalista também afirma que os novos prefeitos precisam estar preparados em relação ao desequilíbrio de competências existente entre os entes federados, cabendo ao município sempre a maior carga de trabalho e a menor participação no bolo tributário nacional.
 
MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado
SAQUE EMERGENCIAL
Caixa cria calendário para liberar nova rodada de dinheiro do FGTS
TRAGEDIA AÉREA
Acidente aéreo mata sócio da Raizen e outras seis pessoas