Menu
SADER_FULL
quarta, 16 de junho de 2021
Busca
Brasil

Concurso para Polícia Rodoviária Federal pode ser cancelado

21 Out 2009 - 08h55Por Mídia Max
Atraso, confusão, troca de provas, modificações no edital e muitas reclamações. Esse foi o resultado do concurso para agente de nível superior da Polícia Rodoviária Federal, realizado no último domingo. A prova, elaborada e aplicada pela empresa terceirizada Funrio, pode ser anulada devido às ações impetradas no Ministério Público Federal do Rio de Janeiro por candidatos e proprietários de cursos preparatórios. O parecer do MP será dado nos próximos dias. Enquanto isso, as mais de 100 mil pessoas que concorrem às 750 vagas (com salário inicial de R$ 5.238,94) aguardam apreensivas.

A confusão começou quando o Ministério Público Federal do Rio anulou, antes do exame de domingo (primeira etapa), a possibilidade de o candidato concorrer a vagas fora do estado em que fizesse a prova. Com a decisão, os concorrentes tiveram de disputar um lugar somente na unidade da federação marcada como primeira opção na inscrição.

Estavam disponíveis vagas em todos os estados brasileiros, exceto Pará e Acre. O local que concentrava mais oportunidades de emprego era o Paraná (190 vagas). No Rio, haviam 30 disponíveis. Os candidatos pagaram R$ 100 de taxa de inscrição.

– Consideramos que havia uma irregularidade de duplicidade dos candidatos pelo fato de poderem concorrer a vagas em vários estados. Por isso, intervimos com a suspensão desse ponto do edital, fazendo com que o candidato esteja inscrito em apenas um estado – explicou o procurador da República Edson Abdon Filho, responsável pela anulação das múltiplas inscrições.

O procurador acredita que, até o final da semana, poderá dar um parecer, com a possibilidade de anulação, ressarcimento e punições à gestora do concurso, a Funrio.

– Estamos em fase final de análise de todas as denúncias e devemos ter novidades em um ou dois dias – informou Edson Abdon Filho.

Tumulto na Gama Filho
A maior parte das reclamações diz respeito a problemas na realização da prova na Universidade Gama Filho, em Piedade. O acesso ao local foi bastante prejudicado pelos incidentes de sábado, quando um helicóptero da PM foi derrubado por traficantes da Zona Norte e diversos ônibus foram queimados na região.

Um dos prejudicados foi o advogado e empresário Luis Eduardo Candeas, que saiu do Maracanã às 11h e só chegou à universidade às 13h, horário do início do exame.

– Muitas pessoas chegaram em cima da hora, outras se atrasaram e só tinha meio portão aberto, pois a organização estava temendo um tumulto maior – relata Eduardo.

Para agravar a situação, a organização trocou de sala a grande maioria dos candidatos, o que gerou corre-corre pela universidade.

– Estava marcado para eu fazer a prova na sala AR 205, só que, ao chegar lá, fui informado de que a minha sala seria a CS 105. Isso causou até desistências. Dos 30 candidatos da minha turma, 12 não compareceram – afirma Luis Eduardo Candeas.

Além da correria e atrasos, houve um protesto de 40 candidatos, que entraram na universidade por um portão diferente do previsto no cartão e tentaram “tumultuar” a prova, segundo a Funrio.

Procurada pelo Jornal do Brasil, a Funrio afirmou que irá se pronunciar em breve. Já a Polícia Rodoviária Federal informou que todas as falhas da prova são de responsabilidade da Funrio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial
918d8b7fa56ee0a828ae4ad908fedeb3 ATENTADO AO PUDOR
Casal é flagrado fazendo sexo em plena praça pública no dia dos Namorados
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem morre após desviar de buraco e cair com carro em córrego