Menu
SADER_FULL
domingo, 11 de abril de 2021
Busca
Brasil

Conab realiza leilão de milho para Norte e Nordeste

5 Out 2004 - 15h31
A Companhia Nacional de Abastecimento-CONAB realiza leilão nessa quinta-feira (07-10) de 50 mil toneladas de milho em grãos para abastecer as regiões do Norte (exceto os estados do Pará, Rondônia e Acre) e Nordeste, norte do estado de Minas Gerais e Espírito Santo.

A oferta abrange dois pregões-avisos 285 e 286 provenientes de opções e de AGF. O primeiro deles (aviso 285) oferta 44.981 toneladas distribuídas em 14 lotes depositados em Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. O segundo (aviso 286) oferta 5.018 toneladas depositadas no Mato Grosso.

O leilão é destinado aos segmentos de avicultura, suinocultura, associações e cooperativas de criadores de aves e de suínos, além de indústrias de ração para avicultura e suinocultura.

No pregão da última quinta-feira (30-09), a Conab negociou 11.657 ton de milho de um total de 44.821 ton oriundas de opção, o equivalente a 26,01%. Também foram negociadas 160 ton das 5.178 mil ton provenientes de AGF, o equivalente a 3,09% da oferta.
 
 
Agrolink

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo
CRISE NA PANDEMIA
Número de brasileiros que vivem na pobreza quase triplicou em seis meses, diz FGV