Menu
SADER_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

Computador chega a 36% das casas no Brasil, diz pesquisa

28 Jul 2010 - 13h12Por Folha Online
O computador doméstico nunca chegou a tantos domicílios brasileiros, segundo uma pesquisa divulgada pelo CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil): 36% das casas do país mantiveram ao menos uma máquina em suas dependências em 2009.

Isso significa um aumento de 30% em relação a 2008, ano em que apenas 28% tinham computador em casas no perímetro urbano.

O mesmo aumento foi visto com relação ao uso da web nas casas brasileiras: de 20% em 2008 para 27% dos domicílios no ano seguinte, o que representa um aumento de 35% no período.

Mesmo com o crescimento significativo em ambos os segmentos, os números indicam que o abismo na relação entre computadores e internet em residências aumentou nove pontos percentuais.

Isso ocorre devido ao "valor ainda elevado do custo de conexão à rede", segundo a pesquisa. Em abril, o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) informou que o Brasil paga dez vezes mais por acesso à conexão banda larga do que países desenvolvidos.

Segundo os dados, a posse de computador dos brasileiros cresceu 21% entre 2005 e 2009, enquanto o acesso à internet em domicílios se ampliou 20% nos últimos cinco anos.

Em números absolutos, isso significa que são 4 milhões de computadores na área urbana sem acesso à internet em 2009 --em 2005, o número ficava na casa dos 2 milhões, informa a pesquisa.

Quando se contabiliza as áreas rurais, o total de domicílios com computador sem internet chega a 5 milhões.

Apenas os notebooks cresceram 70% entre o período.

Entretanto, locais nos quais há tanto computador portátil quanto de mesa corresponderam a apenas 3% das casas brasileiras no ano passado.

A coleta dos dados ocorreu entre setembro e outubro de 2009, em todo o país (inclusive áreas rurais).

O CGI.br entrevistou indivíduos de 19.998 residências, e usa os critérios conceituais do Censo Demográfico e do PNAD 2008 (Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios), ambos produzidos pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), para classificar os dados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada