Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 12 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
Brasil

Complexo de Agroenergia investe R$ 410 milhões em Maracaju

11 Abr 2007 - 14h38

O governador André Puccinelli (PMDB) recebeu agora há pouco, na Governadoria, o presidente do Grupo Brasilinvest Energia, Mário Garnero, que teve aprovado no CDI (Conselho de Desenvolvimento Industrial) um projeto para implantação de um complexo de agroenergia no município de Maracaju, a 153 quilômetros de Campo Grande, avaliado em R$ 410 milhões.

De acordo com Garnero, a implantação do projeto ocorrerá em duas etapas, com as obras tendo início dentro de 60 dias. Na primeira fase, será feito um aporte no valor de R$ 160 milhões para a construção de uma indústria de biodiesel, que vai gerar 150 empregos diretos e produzirá 110 milhões de litros por ano. "Nesta fase toda a produção será destinada ao mercado nacional", disse Garnero.

A segunda etapa do projeto prevê investimentos na ordem de R$ 250 milhões na produção de oleaginosas e numa indústria de esmagamento de grãos. Nesta etapa serão gerados 500 empregos diretos e produzirá 600 mil toneladas de grãos por ano.

Garnero explicou ao governador André Puccinelli que, na segunda fase do projeto do complexo de agroenergia, que estará em pleno funcionamento a partir de 2010, 40% da produção será destinada para a exportação, enquanto 30% atenderá outros Estados e os 30% restantes ficará em Mato Grosso do Sul.

Integração

Conforme a secretária estadual de Produção, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, o modelo pretende intensificar a produção regional em um raio de até 150 quilômetros, partindo de Maracajú. Ainda segundo ela, a área de ação irá envolver os produtores dos municípios de Sidrolândia, Campo Grande, Jardim, Guia Lopes, Ponta Porã, Dourados e Rio Brilhante. “Trata-se de um investimento que contemplará pequenos, médios e grandes produtores”, comenta ela ao explicar que o Grupo também prevê a integração da produção dos assentamentos da região, respeitando o conceito do “combustível social”.

Além do importante aporte financeiro, o grupo destacou a localização geográfica do município de Maracajú onde será sediado o projeto, como de fácil logística, permitindo acesso a mais importante região produtora de grãos do Estado, e escoamento da produção, tanto por via terrestre, rodovia e ferrovia para as principais regiões consumidoras no Sudeste, como para a exportação direta via hidrovia do Rio Paraguai.

Pioneirismo

Fundado em 1975, o Grupo Brasilinvest responde hoje por mais de US$ 3 bilhões em investimento no Brasil e vários continentes, contando com 80 parceiros em 25 países . Atualmente acumula um patrimônio líquido de R$ 350 milhões e se encontra entre os 150 maiores grupos do País. Na área de bioenergia, o empreendimento em Mato Grosso do Sul é o primeiro investimento do Grupo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HORÓSCOPO DO DIA
Horóscopo desta quarta-feira 12 de agosto de 2020
DEU RUIM - OZONIOTERAPIA
COVID: Deputada que apoia aplicação de ozônio no combate ao coronavírus é internada com covid-19
VÍTIMA CORONAVÍRUS
CORONAVÍRUS: Médica de 29 anos perde a vida para a covid-19 após ficar quase 30 dias da UTI
BRASIL - 102.034 MORTES
Brasil confirmou 102.034 mortes e contabiliza 3.068.138 infectados pela Covid-19.
SAÚDE
CLOROQUINA: Pacientes reumáticos que fazem uso de cloroquina não estão imunes ao coronavírus
CORONAVIRUS NO ESPORTE
Covid-19: jogo do CSA é adiado após confirmação de mais nove casos
ESTAVA DESAPARECIDO
Policial Militar é encontrado morto dentro de fossa e pode ter sido assassinado
FATALIDADE
Homem morre soterrado em armazém de soja enquanto fazia limpeza
100 MOTIVAÇÃO
Desiludido e com medo de contágio, eleitor de MT vai sumir das urnas
HORÓSCOPO DO DIA
Horóscopo do dia: a previsão de hoje (11/8) para o seu signo