Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 28 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Como prevenir os sintoma da asma no verão

26 Jan 2010 - 13h14Por ABN News

O uso prolongado do ar condicionado, mudanças bruscas de temperaturas, poeira doméstica, insetos, mofo, poluição, cloro e até os pêlos de animais são os inimigos dos asmáticos durante o verão.

Para os que acreditam em trégua nesse período, dados de 2008 do Ministério da Saúde revelam que o número de hospitalizações causadas pela asma nos meses de verão (dezembro, janeiro e fevereiro) corresponde a 18,5% do total de 205.386 internações no país.

A variação climática nessa época do ano é comum e responsável pelo revezamento entre o ar frio e quente, que gera o estreitamento dos brônquios dificultando a entrada e saída de ar dos pulmões, e que na maioria das vezes traz à tona sintomas como tosse, falta de ar, chiado e aperto no peito. Em situações de muito calor, o funcionamento do aparelho respiratório muda e fica desidratado por causa da baixa umidade do ar.

O Dr. Bernardo Kiertsman, pneumologista pediátrico e professor adjunto da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, explica que as doenças respiratórias são frequentes durante todo o ano, sendo mais incidentes no outono e inverno, mas alerta: no verão sua prevalência também é significativa e merece atenção. "

Essa condição climática predominante nos meses mais quentes do ano torna, inclusive, as atividades físicas mais desgastantes, levando também ao ressecamento das vias aéreas, da pele, deixando o indivíduo mais sensível à poluição", destaca, recomendando maior ingestão de líquidos e a realização de exercícios fora dos horários de pico.

Segundo o estudo International Study of Asthma and Allergies (ISAAC), as cidades de maior incidência de asma no país, além do Estado de São Paulo, estão localizadas nas regiões Norte - Manaus (AM) e Belém (PA) -, Nordeste - Salvador e Vitória da Conquista (BA) e Natal (RN) -; e Sul - Porto Alegre e Santa Maria (RS) e Curitiba (PR), conforme afirma Dr. Paulo Camargos, presidente da Aliança Global contra Doenças Respiratórias Crônicas (GARD Brasil).

Tratamento e Controle
O tratamento da asma tem três pilares: ação educativa do paciente e seus familiares para controle da doença, higiene do ambiente e tratamento farmacológico de manutenção e tratamento da crise. Entre os medicamentos mais indicados estão os broncodilatadores de ação imediata.

Recomendados para o tratamento da crise aguda de asma, eles podem ser utilizados na forma inalatória sob a forma de spray ("bombinhas") ou via nebulização. Em casos mais severos, é necessária a utilização de antiinflamatórios por via oral ou endovenosa, por um curto período.

"Atualmente temos dado preferência aos sprays pela sua praticidade, duração menor da aplicação, menores doses e, consequentemente, menor custo, para obtermos o mesmo efeito clínico necessário", explica o Dr. Kiertsman.

Há medidas domiciliares que podem auxiliar a pessoa que tem asma a evitar as crises ao longo do ano. "É possível ter uma boa resposta com procedimentos domésticos, tais como usar umidificadores de ar, limpar a casa com pano úmido, não levantar poeira com espanador ou vassoura, evitar odores fortes, animais de sangue quente, plantas e, principalmente, contato com fumaça de cigarro e realizar a manutenção correta do ar condicionado", recomenda o Dr. Bernardo Kiertsman.

A asma uma doença que se tratada de forma adequada, proporciona qualidade de vida ao seu portador. O indivíduo asmático é submetido a um tratamento contínuo para manter a doença sob controle.

 "A finalidade do tratamento preventivo é diminuir o número de crises, aumentar o espaço entre elas e que, caso ocorram, sejam facilmente reversíveis, sem a necessidade de procurar um pronto atendimento.

Esse controle deve ocorrer com o menor número de medicamentos e na menor dose", explica o especialista. E completa: "O desafio é conseguir que o asmático possa ter uma qualidade de vida normal ou muito próxima da normalidade."

Dicas para férias seguras longe da asma

Seguem algumas dicas de como se prevenir do agravamento dos sintomas da asma em meio às férias de verão a fim de garantir o divertimento de toda a família: 

 Elabore com o seu médico, um plano de ação com estratégias para evitar as crises, para o tratamento de manutenção da asma e leve uma cópia com você. Para crianças e adolescentes que costumam acampar, é importante deixar uma via com o profissional responsável;

A qualidade do ar tende a ser melhor nas primeiras horas do dia para evitar a poluição atmosférica proveniente do tráfego pesado;

Ao fazer reservas em hotéis, peça por um quarto ensolarado, seco e longe de piscinas cobertas;

Certifique-se de que todos os medicamentos necessários para o seu tratamento (conforme descritos no seu plano de ação) estão em seu poder com suas embalagens originais e respectivas bulas;

Ao incluir as medidas de prevenção da asma em seu planejamento de férias, você aumenta suas chances de se divertir, descansar e ter férias de verão saudável.

Dados Nacionais da Asma - Atualmente, segundo dados da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), há 18 milhões de asmáticos no Brasil, ou seja, 10% da população brasileira. O Datasus/Ministério da Saúde de 2009 indica que a doença teve um índice de mortalidade de 3.111 casos e é a terceira causa de hospitalizações pelo Sistema Único de Saúde (SUS), excluindo a gravide, sendo responsável por 275 mil internações/ano. No último ano, os cofres públicos registraram gastos da ordem de R$ 87.044.072,34. O Brasil é o 8º país em incidência de casos de asma no mundo, segundo a revista Lancet (1998).

Sobre a Asma - A asma é uma doença inflamatória e caracterizada pelo estreitamento generalizado dos brônquios, cuja intensidade varia de pessoa para pessoa. Ela pode ser desencadeada por fatores alérgicos, irritantes, infecções por vírus, fatores emocionais, entre outros. É mais comum em crianças e adolescentes - também incide entre adultos.


Leia Também

TEMPESTADE
VÍDEO: após temporal, motoristas são retirados de shopping com bote
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio Brasil e Auxílio Gás são pagos a cadastrados com NIS final 8; confira
ASSUSTADOR
Covid-19: Com 570 mortes, Brasil bate novo recorde de casos registrados em 24h
SUBINDO
Brasil em 24 horas, foram registradas 487 mortes por Covid 19 e 183.722 novos casos registrados
joao 5 39 examinais as escrituras 2_3 LIÇÕES DA BIBLIA
Quanto Falta para o Fim do Mundo?
TRAGÉDIA NA IGREJA
Confusão em culto termina com pastor e jovem mortos, 4 baleados e casa incendiada
SOB INVESTIGAÇÃO
Lutador é executado com 12 tiros, sua esposa esta grávida
SEU DINHEIRO
Qualquer cidadão pode consultar se tem valores a receber de instituições financeiras; saiba como
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Mãe vê partes íntimas vermelha, pergunta e filha de 2 anos aponta paro o tio