Menu
SADER_FULL
quarta, 8 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Comissão de Saúde debaterá crise no HU de Campo Grande

1 Set 2004 - 17h58
A Comissão de Saúde do legislativo estadual deve organizar uma audiência pública neste mês para debater a crise no Hospital Universitário (HU) de Campo Grande. O Presidente da Comissão, Nelsinho Trad (PMDB), vai formalizar o pedido da audiência com um requerimento que será apresentado na próxima sessão plenária.

   De acordo com o deputado o encontro busca encontrar alternativas para solucionar os problemas no HU, que levaram à suspensão no atendimento de dois setores importantes do hospital : o Pronto Socorro e a UTI Pediátrica. A Direção do HU, parlamentares, e representantes de setores públicos e privados da saúde devem ser convidados para discutir os problemas do Hospital Universitário.

  O expediente que será encaminhado por Nelsinho Trad requisita a audiência pública para o dia 12 de setembro, às 14 hs, no plenário da Assembléia Legislativa.

 

 

Assessoria / Assembléia

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUSPEITOS COVID-19
Veja autoridades que se reuniram com Bolsonaro nos últimos dias, de acordo com a agenda oficial
ABSURDO
Indígena com Covid-19 sofre aborto espontâneo e recebe feto em garrafa de soro
VITIMA DA COVID 19
Após ficar 3 dias a espera de UTI Cacique xavante líder das causas indígenas morre com Covid-19
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em fevereiro
URGENTE - PRESIDENTE COM COVID-19
URGENTE: Bolsonaro testa positivo para coronavírus
PRESIDENTE NA LINHA
Bolsonaro está com sintomas de covid-19 e aguarda resultado de exame
CICLONE BOMBA
Efeitos do Ciclone: mais de 12 mil residências ainda estão sem energia elétrica
LIVE
Mulher de Porchat não foi a única: veja outros casos de nudez em lives
ECONOMIA
Nova gasolina a partir de agosto; combustível será mais caro, mas deixará veículos mais econômicos
SOS EDUCAÇÃO
Sem computador e sem dinheiro, alunos de baixa renda desistem do Enem