Menu
SADER_FULL
quinta, 24 de junho de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Comarca de Bataguassu promove a inclusão social dos detentos

4 Dez 2009 - 09h52Por TJ / MS

A Comarca de Bataguassu, em conjunto com o Conselho da Comunidade, viabiliza trabalho para quase a totalidade dos internos dos dois presídios que existem na cidade, um feminino e outro masculino.

De acordo com o juiz titular da 1ª Vara Cível e Criminal de Bataguassu, Cássio Roberto dos Santos, foi firmado convênio com a empresa Regina Festas, em parceria com o Conselho da Comunidade, por meio do qual 21 internas do regime fechado atuam no setor de produções e embalagem, sendo remuneradas de acordo com a produção. Foram divididas três equipes, sendo cada uma delas compostas por sete internas, as quais receberam estímulos com compromisso, responsabilidade e  produtividade, uma vez que esta é a forma de remuneração. Uma pequena parte dos recursos obtidos será revertida ao conselho da Comunidade, para promover benefícios aos internos e suas famílias.

Conforme o magistrado, apesar dos percalços e precariedade dos estabelecimentos, medidas estão sendo tomadas para melhoria, tais como os projetos citados, e uma Ação Civil Pública do Ministério Público para interdição e reforma do Masculino, e interdição e reforma do Feminino.

Presídio feminino - Estão sendo beneficiadas 61 internas com o trabalho para efeito de remição de pena. O total de internas é de 71, sendo 30 condenadas em regime fechado, 28 provisórias em regime fechado e 13 condenadas em regime semiaberto.

Em 2009 foram feitas palestras na área de saúde e curso de manicure/pedicure. Duas internas do semiaberto foram encaminhadas ao mercado de trabalho e hoje prestam serviços na produção de pepinos em conserva e uma interna do semiaberto presta serviços ao Corpo de Bombeiros de Bataguassu.
 
Presídio Masculino - Estão sendo beneficiados 30 internos do regime fechado com o trabalho para remição de pena. Atualmente existem 66 internos no regime fechado e cerca de 20 em regime semiaberto.

Os internos estão reformando e construindo mais quatro celas no estabelecimento penal masculino, mediante compromisso do governo estadual com o Ministério Público Estadual, em autos de Ação Civil Pública. Estão construindo também gabinetes odontológicos, sala de revista e visita no Feminino, obras que já estão em fase de acabamento. Os recursos são todos do Conselho da Comunidade e de doações da comunidade e empresários da comarca.

Estão sendo construídos ainda dois barracões, um para o fechado e outro para o semiaberto, para prestação de serviços por meio da parceria com a empresa Regina Festas e o Conselho da Comunidade de Bataguassu. “Estima-se que no masculino, 90 a 95% dos presos do regime fechado e semiaberto serão beneficiados com o projeto, de modo que terão cômputo pela remição e serão remunerados segundo a produção que tiverem”, informou o magistrado.

Conforme o juiz, outros projetos são desenvolvidos na área educacional, lazer e religioso, além de apoio ao retorno ao mercado de trabalho, embora existam dificuldades e preconceitos da população e empresas. “Está prevista a implantação de uma marcenaria no Estabelecimento Penal Masculino, com a intenção de ensinar a profissão aos internos que se interessarem pelo labor, como produzir móveis e outros objetos para vender no mercado”.

Também se estuda reformar carteiras e cadeiras escolares na marcenaria, mas para a implantação do projeto são necessários mais recursos, os quais seriam oriundos de doações e dos fundos do Conselho da Comunidade.

Conselho - O Conselho da Comunidade de Bataguassu, fundado em 21 de agosto de 2007, possui os seguintes membros: um presidente com suplente, um vice-presidente com suplente, um secretária com suplente, um tesoureiro com suplente e 11 membros colaboradores.

Deixe seu Comentário

Leia Também

assis (2) VEJA VÍDEO
Antes de morrer, vítima gravou áudio relatando que esposa e dois homens teriam realizado crime
CRIME PASSIONAL
Contadora é morta pelo ex-marido, que comete suicídio em seguida
100 PERDÃO
Mulher trai marido, não é perdoada e coloca fogo no próprio corpo como forma de se punir
TRAGÉDIA NO CAMPO
Pulverizador passa por cima da cabeça de agrônoma em fazenda
COPA AMÉRICA
Brasil leva gol antológico, mas vira sobre a Colômbia e se classifica em 1º lugar
APOSTAS NO BRASIL
É legal apostar em esportes no Brasil?
CRIME BRUTAL
Mulher é encontrada morta com rosas, uma aliança nas mãos e frase cruel escrita na testa
TRAGEDIA
Casal é encontrado morto no banheiro com o chuveiro ligado
VEJA VÍDEO
Servidora não deixa lençol sujar com sangue de bandido e viraliza na internet
LUTO NA TV
Apresentador do Balanço Geral morre vítima da covid