Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 18 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Com queda de arrecadação, Receita aumenta combate à inadimplência

10 Out 2009 - 08h59Por Folha Online

A cobrança de R$ 4,7 bilhões em créditos tributários de empresas faz parte de um esforço da Receita Federal para combater a inadimplência --e aumentar a arrecadação, impactada pela crise econômica.

De acordo com o coordenador-geral de Arrecadação e Cobrança do órgão, Marcelo Lins, a Receita passará a cobrar mensalmente valores de empresas que admitiram ter débitos junto ao governo por meio da entrada da DCTF (Declaração de Créditos e Tributos Federais).

Até agora, a Receita não tinha prazo para fazer a cobrança nem a inscrição na Dívida Ativa da União, muitas vezes acumulando grandes volumes de dívidas não cobradas.

"Isso sinaliza para os contribuintes que a Receita está processando [as declarações], e faz parte de um programa de combate à inadimplência. Não vamos acumular estoques", afirmou.

Empresas com faturamento de mais de R$ 10 milhões respondem por R$ 2,15 bilhões dos créditos tributários. Essas empresas somam 2.341 de um total de 110.767 que receberão a notificação de cobrança.

Lins evitou relacionar o aumento do combate da inadimplência à queda na arrecadação, mas admitiu que o cerco tem relação com a crise econômica.

"Sempre tem. Independentemente da crise e também da arrecadação, se o contribuinte já lançou [o débito], eu não vejo porque não pagar", completou.

Cerco

No mês seguinte à entrega da DCTF --em que as empresas confessam estar em dívida com o Leão-- a Receita enviará uma notificação dando prazo para, caso o pagamento não seja feito, inscrever a empresa na dívida ativa e em cadastros de inadimplência do governo.

Nessa primeira leva, serão cobrados créditos tributários com vencimento entre 31 de dezembro de 2008 e 31 de agosto deste ano. Créditos vencidos antes deste prazo, segundo Lins, já foram encaminhados para a Dívida Ativa. A expectativa é que esses contribuintes quitem os débitos até 30 de novembro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado
SAQUE EMERGENCIAL
Caixa cria calendário para liberar nova rodada de dinheiro do FGTS
TRAGEDIA AÉREA
Acidente aéreo mata sócio da Raizen e outras seis pessoas