Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Colômbia diz ir até o fim para tirar Copa de 2014 do Brasil

21 Jul 2006 - 17h45

A Colômbia anunciou nesta sexta-feira que "fará até o impossível" para ser a sede da Copa do Mundo de 2014, apesar de o presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), Nicolás Leoz, ter dado poucas esperanças de que o torneio não seja no Brasil.

O vice-presidente colombiano, Francisco Santos, realizou uma reunião informal em Bogotá com o presidente da Conmebol e comunicou ao dirigente a intenção do país de ser sede da Copa do Mundo, competindo com o Brasil.

"Não é fácil, há saídas e vamos fazer até o impossível", disse Santos a jornalistas numa entrevista coletiva após o encontro com o paraguaio Leoz.

Por sua parte, o dirigente sul-americano lembrou a Santos que em 2002 a Fifa decidiu conceder à sede da Copa de 2014 à América do Sul, e que neste mesmo ano todas as confederações do continente concordaram em apoiar a candidatura única do Brasil.

"Eu não posso dizer se pode ou se não pode. A esperança sempre é importante", assegurou Leoz. "Muitas vezes uma esperança acaba e outras vezes se converte em realidade. Tem que se ver se o Brasil continua com a mesma postura e se há o apoio do governo brasileiro."

Leoz disse que qualquer país que deseje lançar sua candidatura para uma sede de Mundial de futebol deve cumprir as exigência da Fifa para infra-estrutura, aeroportos e estádios.

O presidente da Conmebol assegurou que em maio de 2008, seis anos antes da Copa do Mundo, será anunciado o país-sede para 2014.

"Temos que esperar o passar dos dias e dos anos", disse Leoz, que se mostrou disposto a apoiar a candidatura da Colômbia para sediar o Mundial sub-20.

O vice-presidente colombiano lembrou que a competição pela sede da Copa de 2014 seria saudável, da mesma forma que a África do Sul precisou vencer outros concorrentes africanos para receber o direito de organizar a Copa de 2010.

"Acredito que precisamos a partir de agora realizar o trabalho em todas as áreas que necessitamos para termos condições de competir, para que abram a janela para uma competição. Repito o que disse: a competição é saudável", disse ele.

O presidente da Colômbia, Alvaro Uribe, surpreendeu no sábado à noite ao anunciar que a Colômbia tentaria ser sede do Mundial, o que despertou polêmica pela candidatura prévia do Brasil e os problemas de falta de segurança e dificuldades econômicas enfrentados pelo povo colombiano.

 

 

Terra Redação

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro