Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 3 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Colheita do milho gera expectativa de empregos em Dourados

10 Jul 2004 - 10h22
Começou a colheita da segunda safra de milho em Mato Grosso do Sul. Em Dourados, a geada e a estiagem atacaram as lavouras e causaram prejuízos. Mas mesmo assim, já houve um reflexo na economia da região.

Este ano a área plantada em Mato Grosso do Sul diminuiu em 20%, são apenas 530 mil hectares. A colheita ainda não começou, mas uma empresa em Dourados já está selecionando pessoas para trabalhar na safra. Segundo o gerente da empresa, Eduardo Manfio, a expectativa é contratar mais de 400 pessoas para serviços gerais, operador de secador, classificadores e carga e descarga.

Paulo Henrique Pinheiro está desempregado há um ano. A colheita do milho renova a esperança de conseguir emprego, mesmo sendo temporário. Ele disse que a safra deve durar três meses.

Mas os produtores que apostaram no milho não estão muito animados com a colheita que começa nos próximos dias. Relatório do IBGE aponta que a estiagem e a geada devem provocar quebra na safra deste ano. A produtividade deve ficar 12% abaixo da previsão inicial. Em algumas áreas, o estrago foi ainda maior. O produtor Daniel Frantz plantou 280 hectares a falta de chuva a geada afetaram o desenvolvimento das espigas e o produtor estima prejuízo de 50%.
 
TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados