Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 17 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Cobertura de esgoto deve passar de 10% para 60% em MS

31 Dez 2009 - 15h31Por Diário MS
Mato Grosso do Sul ostenta o pior índice do País de residências conectadas à rede de coleta de esgoto. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 24% dos imóveis possuem tratamento adequado de resíduos líquidos.

Com os investimentos feitos pela Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) e pela Águas Guariroba, concessionária na Capital, a meta é atingir 60% das casas até 2011.

Durante assinatura do empréstimo de R$ 37,2 milhões na manhã de hoje na Caixa Econômica Federal, o presidente da Sanesul, José Carlos Barbosa, afirmou que a meta da empresa é triplicar o percentual da cobertura de esgoto nos 68 municípios, de 20% para 60% até o início de 2011.

Atualmente, apenas 10% dos 450 mil imóveis contemplados com rede de água são conectados à rede de esgoto. Outros 18% possuem acesso à rede, mas não ligam porque eleva o custo da tarifa em 70%.

PAC – A maior parte dos investimentos são feitos por meio de recursos do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento), um dos principais programas do Governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

No Estado, somente o PAC Funasa, da Fundação Nacional do Índio, contempla 35 municípios. O governador André Puccinelli (PMDB) destacou que a cobertura chegará a 100% em quatro cidades: Japorã, Porto Murtinho, Douradina e Sete Quedas.

Os investimentos feitos por meio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) garantiram 100% de cobertura em Ladário. Já a Petrobras assegurou o mesmo percentual a Bonito.

Em Três Lagoas, segundo a prefeita Simone Tebet (PMDB), o índice de cobertura passará de 25% para 60%. Ela destacou que as obras feitas em quatro anos da gestão Puccinelli é duas vezes mais do que as executadas na história do município. “O benefício é direto na saúde pública”, destacou a prefeita, que ressaltou o lençol freático do município ser diferenciado.

Barbosa destacou que o saneamento não foi priorizado pelos outros governos porque a obra não aparece. Segundo ele, na gestão de Zeca do PT, os investimentos em saneamento em Três Lagoas somaram R$ 4 milhões. Com os investimentos confirmados hoje, o município terá R$ 40 milhões na gestão peemedebista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado
SAQUE EMERGENCIAL
Caixa cria calendário para liberar nova rodada de dinheiro do FGTS
TRAGEDIA AÉREA
Acidente aéreo mata sócio da Raizen e outras seis pessoas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Um missionário irado e inquieto