Menu
SADER_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

Clubes endurecem e Parreira faz nova lista para o Haiti

14 Ago 2004 - 09h21
Os clubes europeus estão ganhando a queda-de-braço com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e não devem ceder vários jogadores para o amistoso do Brasil com o Haiti, quarta-feira, em Porto Príncipe. O primeiro a se rebelar foi o Milan, que decidiu não liberar Kaká, Cafu e Dida.

Diante das dificuldades, o técnico Carlos Alberto Parreira convocou no início da noite desta sexta-feira mais seis atletas para a partida: os meias Pedrinho e Magrão, do Palmeiras, o goleiro Fernando Henrique e o meia Roger, do Fluminense, o atacante Nilmar, do Internacional, e o lateral-esquerdo Adriano, do Coritiba. O treinador não cortou nenhum dos demais 19 relacionados.

Parreira esteve na sede da CBF por várias horas e recebia do supervisor Americo Faria, aos poucos, informações de que vários clubes da Europa estariam firmemente dispostos a não liberar atletas para o amistoso com o Haiti. Outro da lista é o Bayer Leverkusen, que já se manifestou contrário à viagem de Juan e Roque Júnior até Porto Príncipe. O Arsenal também deixou claro que não quer a participação de Edu e Gilberto Silva no amistoso.

Essa reação dos clubes esbarra em ordem do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, à comissão técnica da seleção, para que nenhum atleta previamente convocado seja liberado do jogo. O dirigente se baseia no apoio formal do presidente da Fifa, Joseph Blatter, e da Organização das Nações Unidas (ONU) para a realização do amistoso com o Haiti, cuja finalidade é o de promover o processo de pacificação do país.

Os clubes, porém, argumentam que a própria Fifa só autoriza a liberação de seus atletas para amistosos de seleções nacionais se os jogos forem disputados na Europa.

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul