Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 25 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Clima é tenso na eleição de diretoria do Sindmassa de MS

17 Jan 2011 - 12h45Por Fátima News

O clima é tenso nessas primeiras horas de eleição da nova diretoria do Sindmassa/MS (Sindicato Intermunicipal dos Empregados Vinculados nas Indústrias de Fabricação de Massas Alimentícias, Biscoitos, Macarrão, Panificação, Confeitaria, Laticínios, Frigoríficos Abatedores de Bovinos, Suínos, Levinos, Aves, Carnes e Produtos Derivados do Estado de MS). Três chapas buscam os votos de trabalhadores em vários Estados onde estão ocorrendo simultaneamente as eleições nesta segunda e terça-feira. Trabalhadores das chapas de oposição à situação denunciam truculência por parte da atual diretoria que teria trazido mais de 80 “seguranças” de São Paulo para intimidar os concorrentes.

A diretoria da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins de Mato Grosso do Sul – FTIAA/MS está acompanhando o processo eleitoral para garantir lisura e democracia na escolha dos novos diretores sindicais.

O presidente da federação, Vilson Gimenes Gregório está em Itaquirai onde foram instaladas urnas para o voto dos trabalhadores. “É preciso transparência nesse processo eleitoral. O direito dos trabalhadores de eleger seus dirigentes, tem que ser garantido a qualquer custo, sem truculência”, afirmou o sindicalista.

Membros a CUT também acompanham o processo eleitoral no Estado. Alexandre Costa, diretor da entidade também está em Itaquiraí e diretores da central estão também em Campo Grande, Porto Murtinho, Dourados, Três Lagoas e em outros municípios do Estado onde ocorre o processo eleitoral.

Reginaldo Rodrigues da Silva encabeça a direção da chapa 3, “Chapa dos Trabalhadores”, ao lado de outras lideranças como Diego Cardoso Roberto e Milton Rocha Filho. Reginaldo critica a truculência da atual diretoria do Sindmassa que estaria intimidando os trabalhadores contrários à sua permanência na direção da entidade.

Reginaldo Rodrigues teve que recorrer na justiça o direito de concorrer à eleição. Isso porque, segundo ele, a atual diretoria teria alterado estatuto e tomado algumas medidas ilícitas para impedir o registro de outras chapas nesse processo eleitoral de dois dias para escolha da nova diretoria da entidade. “Tivemos que recorrer à justiça para registrarmos nossa chapa. Isso porque a atual diretoria do sindicato não queria lisura e transparência no processo”, criticou o candidato.

Vilson Gimenes confirmou a decisão da justiça de Mato Grosso do Sul de autorizar Reginaldo Rodrigues a entrar na disputa pela direção do Sindmassa. “Essa escolha tem que ocorrer numa disputa democrática onde a vontade do trabalhador seja prevalescida diante das propostas de cada chapa concorrente”, comentou o sindicalista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"
VIDEOS VAZADOS
Torcedora do flamengo esquenta a web com vídeos íntimos
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra em 24 horas 36.473 novos casos e 876 novas mortes
REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada