Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 21 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Cinco Núcleos de Artesanato de MS vencem o Prêmio Top 100

15 Ago 2006 - 16h39

Cinco Núcleos de Artesanato de Mato Grosso do Sul estão entre os 100 melhores do Brasil. Em Campo Grande serão premiados os Núcleos de Artesanato de Cristina Orsi e Indiana Marques. No interior, o Programa Mãos a Obra (Jardim), a Associação Arpeixe (Coxim) e a Riverarte (Rio Verde). A premiação será entregue no dia 25 de outubro, em São Paulo.

 

O Prêmio Top 100 de Artesanato é uma iniciativa do Sebrae Nacional destinada a premiar e reconhecer as cem melhores unidades produtivas de artesanato em todo o País. O Prêmio tem por objetivo ampliar a visibilidade dos produtos artesanais e tornar a atividade ainda mais competitiva, e melhor preparada para o mercado nacional e internacional.

 

Foram premiadas unidades artesanais de 22 estados da federação, sendo que da Região Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul foi o Estado que teve o maior número de ganhadores do Prêmio. “O número de unidades produtivas sul-mato-grossenses selecionadas é uma prova de que o artesanato do Estado tem qualidade e competitividade”. O Sebrae procura trabalhar com os artesãos, a parte de gestão, produção e mercado para que eles se tornem empreendedores. “Eles conseguiram fazer da atividade um negócio, gerando emprego e renda, aproveitando a premiação para promoção do artesanato do Estado”, afirma o consultor de Design do Sebrae de Mato Grosso do Sul, Fábio Lapuente.

 

Prêmio - O consultor ressalta que como prêmio, nos dias 26 e 27 de outubro, os vencedores vão participar de uma rodada de negócios em São Paulo, com as 100 unidades selecionadas, visando à promoção comercial junto a compradores nacionais. Os vencedores também receberão certificados, terão seus nomes e produtos divulgados no portal do Sebrae Nacional (www.sebrae.com.br), e ainda participarão de exposições itinerantes a serem realizadas por todo o Brasil e também em outros países.

 

Depoimento - Para a artesã Indiana Marques, o prêmio é um reconhecimento ao trabalho realizado. “Esse prêmio é muito importante porque vai divulgar a nossa cultura, a história da nossa região para todo o Brasil. É uma honra poder representar o Estado”. Indiana diz que o prêmio vem ao encontro de suas necessidades, pois a artista não possui site ou catálogo para divulgar os produtos. “Era o que faltava para complementar o meu trabalho”, ressalta.

 

Indiana conta que desde a infância convive com a presença das índias, e quando veio para Campo Grande, passou a observá-las constantemente andando pelas ruas, vendendo frutas e verduras. “Eu me inspirei nelas para representar o meu trabalho, procurei retratar as etnias indígenas do Estado. O Sebrae foi o meu grande parceiro nessa caminhada”. A artista modela lindas índias em cerâmica utilizando a simbologia regional, com design, inovação e harmonia de detalhes e como os objetos que elas trazem na cabeça, e as cores.

 

Produtos – O trabalho da artesã Cristina Orsi foi premiado pelo trabalho que desenvolve na confecção de bonecas de cabaça. O Programa Mãos a Obra de Jardim, pelo reaproveitamento de madeira e osso que transforma em lindas peças utilitárias. A Arpeixe com o trabalho de curtimento da pele de peixe para produção de bolsas, agendas, carteiras, cintos, vestuário e acessórios em geral. A Riverarte desenvolve produtos utilitários decorativos em cerâmica (bares e restaurantes, copa cozinha e ambientação).

 

Seleção - No mês de julho, o consultor do Sebrae Nacional e designer, Marcelo de Rezende, este no Estado visitando os projetos selecionados e checando as informações fornecidas ao comitê organizador do Prêmio.

 

 

Fátima News

Leia Também

VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro
AUXILIO EMERGENCIAL
Presidente está de acordo a prorrogação do auxílio emergencial
TRAGICO ACIDENTE
Menino de 9 anos morre enforcado com corda de balanço