Menu
SADER_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Cientistas dizem ter descoberto 1º animal a fazer sexo

13 Out 2010 - 14h00Por Terra

Cientistas que examinam a região de Gogo, no oeste australiano, disseram que os fósseis de peixes encontrados na área indicam que a espécie foi a primeira a fazer sexo na Terra. As informações são do site da Discovery News.

Os primeiros atos sexuais aconteceram no Período Devoniano, entre 400 e 410 milhões de anos atrás, segundos os cientistas. "Não era apenas procriação, mas também diversão", disse ao site John Long, vice-presidente de pesquisa do Museu de História Nacional de Los Angeles, Estados Unidos, participante da pesquisa.

Os cientistas estudaram embriões de fósseis. Pesquisas anteriores apontaram que uma fêmea de peixe do gênero Materpiscis foi a primeira mãe da história do planeta, após exame de fóssil de embrião ligado a um cordão umbilical. É a mais velha evidência de um animal dando à luz.

"Os peixes copulavam colocando uma estrutura localizada próxima às nadadeiras dentro da fêmea para depositar o esperma", explicou Long ao site. "É uma descoberta significante porque explica uma avançada forma de reprodução", completou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSUSTADOR E REAL NO BRASIL
Com uma morte por minuto, Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus nas últimas 24h, novo recorde
JULGAMENTO
TSE julga se cassa Bolsonaro e vice a partir de terça
AUXILIO DOENÇA
Como pedir concessão e prorrogação do auxílio-doença durante pandemia
1º CASO NO BRASIL
Paciente recuperada de coronavírus no Piauí volta a ter teste positivo
VITIMAS DA COVID 19
Mãe, avó e irmão de jovem morrem por covid-19: 'essa doença é horrível'
COVID-19
Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'