Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 11 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
Brasil

Cícero dá vitória ao Flu sobre o Fla nos acréscimos

30 Mar 2007 - 08h03

O Fluminense conseguiu a vitória sobre o Flamengo e a sobrevivência na Taça Rio de maneira dramática, nesta quinta-feira, no Maracanã. O gol que definiu o triunfo por 2 a 1 do time tricolor foi marcado aos 47min da etapa final, por Cícero.

Com o resultado, a equipe dirigida por Joel Santana chegou aos seis pontos e se igualou a Volta Redonda e América na terceira colocação do Grupo C. Já os comandados de Ney Franco, campeões do primeiro turno, somam três e estão praticamente fora da disputa no Grupo D.

O Flamengo saiu na frente, aos 29min do primeiro tempo, quando Souza completou cruzamento rasteiro de pé direito, mas o Fluminense reagiu na etapa final. Cícero demonstrou oportunismo, aos 2min e 47min, para virar o jogo.

As duas equipes voltam a campo, pela quinta rodada da Taça Rio, às 16h (de Brasília) deste domingo. Enquanto o Fluminense visita o Americano, o Flamengo tenta a recuperação fora de casa, contra o Friburguense.

O jogo

O primeiro tempo foi movimentado, mas com poucas chances reais de gol. Os mistérios dos técnicos Joel Santana e Ney Franco só foram desfeitos momentos antes do início da partida. Ney optou por manter Roni em detrimento de Claiton, decisão que se revelou acertada, enquanto Joel colocou Romeu em vez de Roger.

O Flamengo começou melhor. Com o domínio territorial no meio- campo, o time criava as jogadas com Renato Augusto. Porém, o Fluminense equilibrou o jogo na metade do primeiro tempo, ficando mais tempo com a bola no pé. Faltava às duas equipes criatividade, mas sobrava disposição.

O panorama da partida mudou completamente aos 29min. Roni, que era perseguido pela torcida em jogos anteriores, fez bela jogada, livrou-se de Fabinho e cruzou para Souza marcar seu primeiro gol com o pé pelo Flamengo. A contestada dupla de ataque rubro-negra mostrava seu valor.

Em desvantagem no placar, coube ao Fluminense atacar, mesmo que de forma desordenada. Se a pressão não surtiu efeito no fim da primeira etapa, logo no início da segunda deu resultado. Carlinhos tabelou, chegou ao fundo e cruzou para Cícero empatar, logo aos 2min.

O empate empolgou o time tricolor, que era melhor até Renato Augusto resolver reaparecer no jogo. O apoiador rubro-negro e o goleiro Fernando Henrique, do Fluminense, os melhores em campo, travaram um duelo à parte. Em duas belas jogadas, o flamenguista esbarrou nas defesas do tricolor.

O Flamengo chegou mais perto ainda do gol aos 29min, quando Ronaldo Angelim cabeceou no travessão. Renato Augusto voltaria a aparecer aos 32min, ao receber na entrada da área e finalizar. Caprichosamente, a bola bateu na trave direita.

Foi então o momento de o Fluminense voltar a criar chances. Com velocidade, devido às entradas de Lenny, Thiago Neves e André Moritz, o time cresceu. Na principal chance, Irineu falhou feio, e Alex Dias, cara a cara com Bruno, bateu para fora, aos 41min.

Depois que Leandro Salino perdeu oportunidade, já nos instantes finais, o empate parecia definitivo. No entanto, o relógio já se aproximava dos 48min quando Cícero recebeu pelo alto e bateu de primeira para dar a vitória à formação tricolor.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

HORÓSCOPO DO DIA
Horóscopo desta terça-feira 11 de agosto de 2020
ALERTA NA PANDEMIA
Médica explica por que o coronavírus é devastador em pacientes cardíacos
DESESPERO
Áudio mostra paciente que morreu com a Covid-19 implorando para ser entubada
SEQUESTRO
Pai é morto pela polícia ao ameaçar matar filha de três anos em milharal
BORA PRA BONITO - MS
Porque ir a Bonito MS?
VITIMA DA COVID 19
“Peguei essa doença fazendo o que amo”, escreveu médico de 32 anos que morreu de Covid-19
POLÊMICA
Fantástico detona secretário de Saúde por usar kit covid em MT
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe vai à igreja e filho de 21 anos estupra irmã de 8
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Linha de cuidados pessoais do Boticário traz produtos com Vitamina E e D-Pantenol, confira aqui
SURTO DA MACHADINHA
Empresário acusado de ameaçar prefeito 'peita' policiais penais e leva três tiros