Menu
SADER_FULL
sábado, 17 de abril de 2021
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
Busca
Brasil

Chuva em MS só na segunda-feira, diz meteorologista

9 Set 2004 - 09h36
A névoa seca, a queda na temperatura e o aumento da umidade relativa do ar são sinais de que a frente fria vinda do Sul do País pode estar conseguindo entrar no Estado. E a chuva pode estar próxima, após mais de 40 dias de estiagem. A névoa sobre a cidade é formada principalmente por fumaça das queimadas, trazida pelo vento vindo da região Nordeste e Sul Estado. Na região Nordeste, onde fica o município de Bonito, a temperatura baixou hoje, chegando próxima dos 18 graus, após vários dias na casa dos 30 graus. Em Amambai e Ponta Porã, no Sul, a temperatura está ainda mais baixa, chegando a 13 graus. O meterologista Natálio Abrão afirmou que isso tudo é sinal de que a frente fria está se aproximando e, nos próximos dias, deve romper a barreira da massa de ar seco que paira sobre o Estado. Ele acredita que chuva mesmo só na próxima segunda-feira, diferente da previsão dos Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), de que vá chover no dia 11, sábado.
 
Corumbá Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições