Menu
SADER_FULL
domingo, 24 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Centro de Informações atende turistas na Pensão Pimentel

10 Out 2006 - 15h05

O Centro de Informações Turísticas e Culturais que funciona na Pensão Pimentel – Morada dos Baís tem atendido mais de 30 pessoas por semana.  A maior parte dos visitantes é dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná e de países como Inglaterra, Alemanha, Itália e EUA.

No local, uma equipe do Sebrae em Mato Grosso do Sul, preparada especialmente para atender os turistas, com fluência em pelo menos uma língua estrangeira, o inglês, apresenta aos visitantes os principais atrativos turístico-culturais da Capital e também do Estado. Além de visitantes de outros estados e países, o local recebe diariamente grupos escolares. Somente no primeiro semestre, mais de quinhentas pessoas solicitaram os serviços do Centro de Informações.     

O consultor do Sebrae, Jorge Tadeu de Barros Veneza, explica que através de folders, folhetos, mapas e fotos, a equipe apresenta aos visitantes quais são os atrativos da Capital e do interior do Estado, mostrando como eles devem fazer para visitá-los, indicando opções de operadoras, restaurantes, hotéis, etc.

No ano passado, o Centro de Informações Turísticas e Culturais passou por uma reformulação, foi transformado em um ícone da identidade regional, utilizando na ambientação produtos e peças do artesanato sul-mato-grossense. O Centro foi implantado em 1994, através de uma parceria do Sebrae com a Prefeitura Municipal de Campo Grande, Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Universidade Católica Dom Bosco (UCDB).

 História – Localizada na esquina da Avenida Noroeste com a Avenida Afonso Pena, a Pensão Pimentel – Morada dos Baís foi o primeiro sobrado de Campo Grande. Construída entre 1913 e 1918, foi por duas décadas à residência do comerciante italiano Bernardo Franco Baís e de sua família. Após a morte do proprietário, em 1938, o sobrado acabou sendo arrendado para Nominando Pimentel, que o transformou na Pensão Pimentel até 1979, quando se instalaram no local diversos tipos de empreendimentos, como escola de datilografia, casa lotérica e alfaiataria.

Em 1993, o prédio foi tombado pelo Patrimônio Histórico de Campo Grande, sendo resgatado o nome de Morada dos Baís, e iniciada uma grande reforma, que foi concluída em 1995, quando escritores, artistas e turistas transformaram o local em um dos principais espaços culturais da cidade.

A Pensão Pimentel – Morada dos Baís conta atualmente com salas para exposições de artes, espaço para apresentações musicais, Escola de Gastronomia, além do Espaço Lídia Baís, que recria com pinturas espalhadas pelas paredes e objetos pessoais, o quarto da filha de Bernardo Franco Baís, uma das primeiras artistas de Campo Grande.
 
 
Fátima News

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro