Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 29 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Cenário favorável do país impõe novos desafios, diz economistas

26 Fev 2011 - 06h28Por Assessoria
Economia estabilizada e em crescimento, formalização crescente de trabalhadores autônomos, aumento do emprego, políticas sociais, nova classe média, ganhos de emprego, renda e do consumo. Essas são algumas das alavancas positivas deixadas pelos dois últimos governos brasileiros, segundo análise do diretor-estrategista da Quest Investimentos, o engenheiro e economista Luiz Carlos Mendonça de Barros. Para ele, esse cenário favorável representa o surgimento de novos desafios. “Administrar o sucesso é mais difícil que administrar o fracasso”, alerta.
 
De acordo com o especialista, o grande desafio para o Brasil em 2011 e 2012 será a estabilização da inflação, que começa a dar sinais de que está saindo do controle por pressão de demanda. “Para que esse objetivo seja alcançado, o ritmo de crescimento precisa ser reduzido, o governo deve acelerar a exploração de serviços públicos pelo setor privado, e o salário mínimo deve ter aumentos reais modestos nos próximos anos”, afirma.

O especialista defende ainda que o momento de discutir a carga tributária é agora. “A arrecadação de tributos encontra-se estabilizada em nível muito alto. Vamos mexer nesse sistema tributário porque atualmente o governo está arrecadando mais do que o necessário”, pondera. Segundo ele, nos próximos anos, o governo terá oportunidade única de reduzir sua participação na economia e viabilizar a tão esperada reforma tributária. “Com o crescimento da economia assegurado pelo consumo e investimentos privados, o governo pode usar parte do aumento dos impostos para reduzir a carga fiscal das empresas”.

Com base em um trabalho realizado por economistas do banco Itaú sobre a economia brasileira nos próximos dez anos, Mendonça citou que a renda média dos brasileiros irá dobrar em uma década, passando dos atuais US$ 10,8 mil estimados para 2010 para mais de US$ 22 mil em 2020. Essa renda per capita projetada mostra que o brasileiro passará a fazer parte de uma classe média alta. "A França tem hoje uma renda igual", ressalta.

Entraves - Na avaliação do economista, as forças que funcionaram como alavanca do crescimento no mandato do ex-presidente Lula vão perder intensidade nos próximos anos. Ele se refere, por exemplo, à expansão do crédito ao consumo e ao saldo comercial em queda pelo efeito do aumento das importações. Como limites futuros ao crescimento, Mendonça aponta os desequilíbrios macro econômicos crescentes, como  aumento dos gastos do governo e aumento continuado do déficit em conta corrente, o forte crescimento das despesas do INSS e taxa de desemprego muito baixa.

Luiz Carlos Mendonça de Barros foi o palestrante convidado da reunião dos presidentes dos Conselhos Deliberativos Estaduais do Sebrae, realizada nesta sexta-feira (25) em Brasília. O objetivo da palestra foi apresentar o atual cenário econômico do país e projeções para os próximos anos.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Fotos: PMMS/ BMMS BOMBEIROS DE MS NO RS
Com atuação de equipes dos Bombeiros, PM e Defesa Civil, MS continua a apoiar o Rio Grande do Sul
Xadrez MS
Enxadristas representam Mato Grosso do Sul em competição nacional de base em Natal
Saúde Delicada
O Ator Tony Ramos passa por cirurgia de emergência na cabeça para tratar sangramento cerebral no RJ
Ajude o RS
Culturamense registra a devastação de Lageado durante entrega de 21 toneladas de donativos
Fotos: Saul Schramm BOMBEIROS DE MS EM AÇÃO NO PANTANAL
Para combater incêndios florestais no Pantanal, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 área

Mais Lidas

FÁTIMA DO SUL EM DESTAQUE
Conhecendo Fátima do Sul com Leandro Santos: Uma viagem cultural pelo Favo de Mel do MS
Fotos: Washington Lima / Fátima Em DiaFÁTIMA DO SUL - REFORMA ILHA DO SOL
Prefeita Ilda Salgado Machado inicia reforma transformadora da Ilha do Sol em Fátima do Sul, ASSISTA
FATIMASSULENSE EM DESTAQUE
Fatimassulense é pódio em mais um rodeio em touros, agora na Expotac 2024
Estátua que seria homenagem para João Carreiro desagradou família / Redes Sociais/Repórter TopFAMÍLIA SE REVOLTA
Família se revolta com homenagem a João Carreiro: 'músicas sem autorização e estátua nada parecida'
Sósia
Professora acusada de se relacionar com ex-aluno adolescente desabafa