Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 9 de maio de 2021
Busca
Brasil

CBF quer livrar São Caetano de punição do STJD

8 Dez 2004 - 09h47
Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não viu com bons olhos a punição aplicada ao São Caetano pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e já se prepara para garantir a absolvição do clube.

Por causa da morte do zagueiro Serginho durante o jogo contra o São Paulo, no dia 27 de outubro, pelo Campeonato Brasileiro, o São Caetano foi punido com a perda, em primeira instância, de 24 pontos.

O médico Paulo Forte foi suspenso do futebol por quatro anos e o presidente Nairo Ferreira de Souza, por dois. Além da perda de pontos, o São Caetano também terá de pagar uma multa de R$ 50 mil, valor que pode ser doados à família de Serginho.

O clube já anunciou que vai recorrer da decisão, mas o que mais preocupa a CBF é que, se for mais uma vez derrotado no STJD, o São Caetano promete ir à Justiça comum. Assim, a entidade poderia ser transformada em ré se o clube do ABC paulista for absolvido na Justiça comum.

Segundo a Folha de S.Paulo, o time poderia pedir uma indenização da CBF se ficar fora da Copa Libertadores da América em 2005. Com os 24 pontos perdido, o clube ficou fora da zona de classificação para a competição continental.

A estratégia seria apressar a incorporação de dois auditores, Francisco Mussnich e Nelson Tomaz Braga, amigos íntimos do presidente da CBF, Ricardo Teixeira. Eles estavam embargados por atritos com o presidente do STJD, Luiz Zveiter.

Votos de Mussnich, Braga e os de Paulo Perry e José Mauro Couto, advogado particular de Teixeira, poderiam ajudar a reverter o resultado do julgamento em segunda instância.

No total, são nove os auditores, mas um deles está doente e não deve ir à sessão do próximo dia 16. Assim, um empate por 4 a 4 no tapetão basta ao São Caetano.

Se esta estratégia não funcionar, CBF poderia pedir a seus aliados no STJD que não compareçam à sessão, já que, com apenas quatro auditores, não pode haver julgamento.

 

 

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo