Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 16 de agosto de 2022
SADER_FULL
Busca
Brasil

CBF confirma partida da seleção brasileira contra o Irã

27 Set 2010 - 14h10Por G1
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou que o Irã será o adversário do Brasil. O amistoso acontece no dia 7 de outubro, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Na data Fifa, em que as seleções europeias se enfrentam nas eliminatórias da Euro 2012, o time de Mano Menezes ainda não tem um segundo adversário. De acordo com o diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva, Mano analisa três seleções. Possivelmente, a Ucrânia será o adversário da Seleção, em Londres, no dia 11.

- A Ucrânia é uma possibilidade, mas a comissão técnica ainda estuda outros dois adversários - disse Paiva.

Brasil e Irã estão distantes no ranking Mundial da Fifa. Os iranianos ocupam a 57ª posição, enquanto os brasileiros estão no quarto lugar. Afinal, desde que o técnico Mano Menezes assumiu, o Brasil fez apenas um amistoso. Foi contra os Estados Unidos em agosto, em Nova Jersey, com vitória por 2 a 0 e uma excelente apresentação.

No início deste mês, a Seleção voltou a ser convocada para treinos na Europa. O grupo fez um jogo-treino e venceu por 3 a 0 o Barcelona B, no CT do clube espanhol.

Leia Também

MORADIA
Projeto cria programa para auxiliar professores na compra de casa própria
CARTÃO DE CRÉDITO
Um em cada três brasileiros foi vítima de fraude com cartão de crédito
ACIDENTE FATAL
Motociclista de 27 anos bate na traseira de trator e morre em vicinal
TRAGEDIA NA RODOVIA
Sete pessoas morrem e três ficam feridas em acidente entre caminhão e van
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo libera empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil
TRAGÉDIA
Carro explode durante abastecimento e amputa pernas de frentista
NOITE DE TERROR
Moradores relatam medo vivido em confronto com oito mortos
ACIDENTE DE TRABALHO FATAL
Trabalhador morre soterrado ao fazer limpeza em silo de grãos
AGRESSÃO NA ESCOLA
Mulher invade escola e espanca aluna a pauladas
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil ultrapassa o número de 680 mil mortos pela doença