Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 20 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Carteira de financiamento de veículos cresce 49%

9 Fev 2011 - 16h53Por Folha Online

O saldo de financiamento de veículos novos e usados por meio de CDC atingiu R$ 140,3 bilhões em dezembro, com crescimento de 49,1% em um ano, de acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira pela Anef (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras).

Essa modalidade respondeu por 46% das formas de pagamento de automóveis e comerciais leves em 2010, ante 33% no ano anterior, mas ainda abaixo do montante contabilizado em 2004 (47%).

Já a carteira de leasing mantém a trajetória de declínio, passando de 23% para 11% do total entre 2009 e 2010. O saldo dessa modalidade (R$ 48,3 bilhões) em dezembro fechou em queda de 23,5%. "O leasing é importante para pessoas jurídicas", ressalta Décio Carbonari de Almeida, presidente da Anef, referindo-se principalmente ao desconto no Imposto de Renda para as empresas que optarem por essa modalidade.

As vendas à vista responderam por 37% do total, um pouco abaixo de 2009 (39%), mas com perspectiva de alta devido às medidas de restrição a financiamentos tomadas pelo Banco Central. As novas regras, que têm o objetivo de controlar a inflação, devem dificultar o acesso ao crédito, exigindo, por exemplo, uma renda mínima mais elevada.

"Neste ano, as vendas à vista devem ultrapassar 40%", prevê Almeida, destacando que é a favor das novas regras porque "o estrago que a inflação causa é pior do que o esfriamento nas vendas".

Os emplacamentos de veículos em janeiro (244,9 mil) tiveram redução de 35,8% no confronto com dezembro, com diminuição acima da média histórica contabilizada pela Anfavea (associação das montadoras). As medidas do BC podem ter contribuído também para a retração na participação dos carros populares nos licenciamentos neste início de ano.

A taxa de juros média praticada pelos associados da Anef foi de 1,42% ao mês em dezembro, repetindo o número de novembro. Já considerando todo o mercado, que engloba os bancos comerciais, passou de 1,72% para 1,89%.

O crescimento do endividamento da população não vem acompanhado de inadimplência. A taxa para atrasos acima de 90 dias em operações de CDC ficou em 2,6%, abaixo de novembro (3,0%) e do mesmo mês do ano anterior (4,4%).

O levantamento mostrou ainda que a média dos planos de venda a prazo oferecidos aos clientes foi de 44 meses em dezembro, um a mais do que em novembro.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Saúde Delicada
O Ator Tony Ramos passa por cirurgia de emergência na cabeça para tratar sangramento cerebral no RJ
Ajude o RS
Culturamense registra a devastação de Lageado durante entrega de 21 toneladas de donativos
Fotos: Saul Schramm BOMBEIROS DE MS EM AÇÃO NO PANTANAL
Para combater incêndios florestais no Pantanal, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 área
SOLIDARIEDADE AO RIO GRANDE DO SUL
De Fátima do Sul e Culturama: Carreta com 17 toneladas de donativos chega a Roca Sales, RS
OLHA A HISTÓRIA
Mulher fica em coma por 17 dias após tomar remédio para cólica

Mais Lidas

Foto: reprodução internetNOVA FRENTE FRIA
Nova frente fria derruba temperaturas em MS; confira a previsão
EXPORAMA 2024EXPORAMA 2024 - VEJA PROGRAMAÇÃO
Com Laço, Rodeio, Shows e entrada franca, prefeita anuncia programação do aniversário de CULTURAMA
FÁTIMA DO SUL DE LUTO
Fátima do Sul se despede de Nivalda Pinheiro, Pax Oliveira informa sobre velório e sepultamento
Mulher pode ter matado filho na capital paraguaia / Reprodução ABC ColorTRAGÉDIA FAMILIAR
Mãe mata filho de 05 anos enforcado e é achada morta
Brasil
Conheça os finais dos principais personagens de "América"