Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Carnaval eleva preço dos aluguéis no Rio em até 30%

10 Mar 2011 - 05h56Por Agência Brasil

Os preços dos aluguéis no Rio de Janeiro, influenciados pelo carnaval, subiram de 20% a 30%, em média, em relação ao ano passado, disse hoje (9) à Agência Brasil o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Rio de Janeiro (Creci/RJ), Casimiro Vale.

“Veio mais gente para o Rio de Janeiro. É uma questão mesmo de procura. Quando a procura aumenta, aumenta o preço”, afirmou Vale, sem descartar, contudo, que a expansão dos preços resulta também da especulação imobiliária no período.

A maior procura por aluguel de imóveis por temporada é na zona sul da capital fluminense, a partir do bairro da Glória, localizado próximo ao centro da cidade. Copacabana e Barra estão entre os bairros preferidos pelos visitantes.

A Região dos Lagos também registrou maior procura por aluguéis no carnaval, por conta da tragédia que abalou a região serrana em janeiro passado. “O aumento ficou acima de 30%”, ressaltou o presidente do Creci/RJ. Ele acredita, entretanto, que, depois do carnaval, os preços dos aluguéis retornarão a patamares anteriores.

O vice-presidente da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi), Rubem Vasconcelos, afirma que os aluguéis subiram mais na zona sul, em particular nos bairros de Ipanema e Leblon e, também, na Tijuca, na zona norte, “como reflexo da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP)". "A Tijuca tinha os preços [dos imóveis] muito degradados”, apontou.

O vice-presidente da Ademi acredita que a realização de megaeventos esportivos, como os Jogos Mundiais Militares, a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, vão aquecer ainda mais o mercado imobiliário no Rio de Janeiro, tanto para aluguel, como para venda. “Vai gerar uma grande atração para o Rio de Janeiro. A gente acha que é uma nova atmosfera. É um ciclo olímpico para o mercado imobiliário também. O mercado vai viver cinco a seis anos de ouro”, analisou Vasconcelos.

A estimativa é que, com isso, os preços aumentem bem acima do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getulio Vargas. “A valorização imobiliária será sempre acima do IGP-M nesses anos. O mercado imobiliário vai ganhar da inflação o tempo todo”, afirmou Rubem Vasconcelos.

Nos últimos doze meses, encerrados em fevereiro de 2011, a inflação acumulada pelo IGP-M é de 11,30%. O IGP-M serve de base para o reajuste dos aluguéis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar
tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro