Menu
SADER_FULL
terça, 9 de agosto de 2022
BANNER IMPRESSORAS
Busca
Brasil

Cantinas de presídios financiam PCC no MS

16 Out 2009 - 13h00Por Douradosnews com informações O Estado

O Primeiro Comando da Capital (PCC) estaria ganhando dinheiro com cantinas de presídios de segurança máxima em Mato Grosso do Sul, segundo a edição desta sexta do jornal O Estado de S. Paulo. Agentes da inteligência da Polícia Militar teriam descoberto que os produtos vendidos na cantina são mais caros para quem não integra o PCC - os detentos pagariam até R$ 5 por uma lata de refrigerante.

Este problema foi identificado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), segundo o Estado, em um mutirão nos presídios de Mato Grosso do Sul. Na colônia agrícola de Campo Grande e no presídio de segurança máxima de Dourados, onde o problema foi identificado, o lucro obtido é usado para gastos administrativos que deveriam ser sustentados pelo Estado.

A soma do lucro dos produtos, vendidos a preços mais altos que o mercado, chegaria a mais de R$ 16 mil em setembro. Esse dinheiro é usado para despesas administrativas, registradas sem licitação nem fiscalização do Ministério Público, segundo o jornal. O lucro obtido pelas cantinas, devido à clientela e aos preços, acontece pela venda de produtos mais de 3 vezes acima do mercado. O jornal mostra, por exemplo, que uma caixa de leite é vendida por R$ 4.

O problema teria sido identificado em outros estados, como Rio de Janeiro e Maranhão. O CNJ contatou o Ministério Público do Mato Grosso do Sul e a administração penitenciária sobre o assunto.

Leia Também

TENTATIVA DE ASSASSINATO
Coroinha é esfaqueado no pescoço durante missa em igreja
AUXILIO CAMINHONEIRO
Caixa libera consulta ao Auxílio Caminhoneiro
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Casal que adotou 3 irmãos autistas vítimas de maus-tratos comove internautas
DESUMANIDADE
Polícia interdita casa de repouso por tortura e sequestro de idosos
DENUNCIADO POR VIZINHOS
Mãe e filho são executados e corpos escondidos dentro de sofá velho jogado em lote baldio
AUXILIO BRASIL
Governo amplia Auxílio Brasil e mais 23,7 mil famílias vão receber em MS
ASSASSINATO
Campeão mundial de jiu-jitsu, Leandro Lo morre após levar tiro na cabeça
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas
LENDA DO HUMORISMO
Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos
A CONTA GOTAS
Petrobras anuncia corte de R$ 0,20 no preço do diesel