Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

Candidaturas de mulheres deste ano crescem só 3%

27 Ago 2004 - 15h42
Levando em consideração o número de candidatas que concorrem ao cargo de vereadora e prefeita, a participação das mulheres na política deve crescer apenas 3% nas eleições deste ano em comparação a 2000.

A tendência foi verificada no levantamento "As Mulheres nas Eleições Municipais de 2004", elaborado pelo Cfemea (Centro Feminista de Estudo e Assessoria), que comparou as candidaturas de 2000 com as de 2004, com base em dados preliminares deste ano do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

"O preconceito de homens e mulheres em votar em mulheres ainda existe e é grande. Nós esperávamos que o crescimento da participação política das mulheres neste ano fosse maior. Mas ainda há muita resistência em reconhecer o papel das mulheres na política e não apenas o seu desempenho doméstico", diz Almira Rodrigues, socióloga e diretora do Cfemea.

O número de mulheres que concorrem a um cargo de vereadora cresceu de 19% para 22%. Em 2000, elas eram 70.321 dos 367.344 candidatos. Neste ano, somam 73.827 do total de 333.378 candidaturas.

Já as mulheres que concorrem ao cargo de prefeita representam neste ano 9,33% do total de candidaturas, contra 7,59% em 2000. Naquele ano, as mulheres participaram de 1.139 candidaturas, do total de 15.016, contra as 1.398 que concorrem neste ano. Em 2004, os candidatos a prefeito no país somam 14.982.

Segundo a diretora do Cfemea, a resistência dos eleitores brasileiros é maior com relação à eleição de mulheres para o cargo de prefeitas do que para vereadoras. "Temos depoimentos de pessoas que falam que até votariam em mulheres para vereadora, mas para prefeita de jeito nenhum."

Machismo

O estudo também comparou as candidaturas das mulheres para vereadores e prefeitas entre os Estados. Em ambos os casos, a região sul --famosa pelo folclore do machismo gaúcho-- registrou os índices mais baixos de todo o país.

No Rio Grande do Sul, por exemplo, as mulheres que se candidataram a prefeita são apenas 5,4%; em Santa Catarina, 3%; e no Paraná, 8%. As médias mais altas foram registradas no Amapá (17%), Alagoas (16%) e Rio Grande do Norte, com 14%. A média nacional de candidatas a prefeitas foi de 9%.

Para justificar a pequena participação das mulheres no cenário político, Almira diz que "o sistema é perverso" e a competição com os homens, desigual. "As mulheres não têm a mesma influência que os homens e falta incentivo ainda dentro dos partidos para ampliar a participação feminina no cenário político."

Para ela, a cidade de São Paulo tem uma importante trajetória de sucesso de mulheres no poder executivo, com as eleições de Luiza Erundina (1989-1992) e Marta Suplicy (2000-2004) na prefeitura.

"São Paulo está valorizando muito as mulheres. É uma sociedade que aposta e demonstra que quer inovação", afirma.

Questionada se a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), candidata à reeleição neste ano, fez um bom governo e tem chances de se reeleger, Almira preferiu não manifestar o seu palpite. "Eu não posso dizer, não acompanho [o governo] de perto."
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul