Menu
SADER_FULL
sexta, 22 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Candidatos de MS fazem debate amistoso na TV Guanandi

29 Ago 2006 - 07h36

A exposição de propostas e trocas de questionamentos entre os cinco candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul promovidos no primeiro debate televisivo – transmitido pela Guanandi - fez jus ao clima de campanhas predominante no Estado, não apresentando animosidades e trocas de acusações, mas apenas posicionamentos sobre as questões mais triviais abordadas no processo eleitoral.

Apesar de poucos momentos em que se viu um posicionamento mais incisivo, o saldo pode ser considerado positivo para o ex-prefeito de Campo Grande, André Puccinelli (PMDB). Favorito nas pesquisas, ele saiu ileso após exposições de propostas e questionamentos ofeceridos pelos cinco concorrentes. No início do programa a exposição de temas pré-determinados repetiu, pelo menos para os dois candidatos que têm recursos para divulgação eleitoral, o discurso de proposições trabalhado nas propagandas eleitorais.

Questões como saúde, geração de empregos, segurança pública, ajuste fiscal, e diversificação da matriz econômica de Mato Grosso do Sul, foram tratadas de forma burocrática e a motivação pode ser interpretada pala ausência de atritos.

No primeiro bloco foram feitas as apresentações de cada candidato, enquanto Delcídio do Amaral (PT), primeiro a falar, tratou de saúde afirmou que vai descongestionar o serviço em Campo Grande. Tito Lívio (PV) falou sobre segurança pública e sugeriu a criação de uma polícia comunitária.

Elizeu Amarilha (PSDC) falou sobre Industrialização e Infra-estrutura, e que é preciso recuperar o tempo perdido pelo Estado. André Puccinelli teve como tema a Educação, e garantiu que vai reformar 200 escolas no aspecto físico. Por último, o candidato Carlos Dutra (PSOL), apresentou suas propostas para agropecuária, segundo ele, existem sete milhões de hectares de terras que precisam ser demarcadas e devolvidos ao povo.

Hélio Filho

No segundo bloco, quando cada candidato fez uma pergunta para um concorrente. Puccinelli respondeu sobre a usina de tratamento de lixo em Campo Grande, Elizeu Amarilha foi questionado sobre reforma agrária, Delcídio do Amaral sobre o Mercado do Produtor, e Tito Lívio sobre a criação de uma secretaria de turismo. No terceiro bloco a sequência de perguntas foi invertida. No quarto bloco os candidatos responderam às perguntas de jornalistas convidados pelo programa. E no quinto bloco os candidatos fizeram suas considerações finais.

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro