Menu
SADER_FULL
terça, 27 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Candidato a Prefeito em Deodápolis esta inelegível, diz TJ

3 Ago 2004 - 09h27

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul manteve a condenação do ex-prefeito de Deodápolis e atual candidato a sucessão municipal pelo PSDB, Manoel José Martins, ao negar ontem o recurso impetrado pelo seu defensor jurídico. Com isso, Manezinho esta inelegível por um período de cinco anos. Conforme a sentença proferida pela Juíza da Comarca de Deodápolis, Marli Miyashita Nishimura, no inicio de maio.

O ex-prefeito, juntamente com seu irmão Ademir Antonio Martins (na época secretário municipal de Administração), respondia um processo por irregularidade administrativa, referente a aquisição de mudas de árvores da empresa Mudas Primavera localizada em Fátima do Sul. Segundo o processo, em abril de 1994, o município fez a aquisição de 6.892 mudas de árvores nativas, que seriam utilizadas na urbanização da zona urbana do município, perfazendo um valor de R$ 31,570. Na ocasião, o pagamento da nota fiscal foi efetuado antes mesmo da Muda Primavera fazer a entrega do produto, ou seja, antecipadamente. Ainda conforme a sentença, a Administração teria realizado dois empenhos no mesmo dia com valores diferentes. Sendo assim, a juíza caracterizou como improbidade administrativa, atestando lesão do erário.

Além de inelegíveis, Manezinho e o irmão ainda terão que devolver ao município os valores integrais da compra das mudas (R$ 31,750) e do serviço de poda das árvores (R$ 600). Todos estes valores devem ser devolvidos com a devida correção monetário, conforme cálculos do IGPM/FGU, mais os juros de mora de 0,5% ao mês contados a partir da data da intimação.

 

 

Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários