Menu
SADER_FULL
sábado, 15 de maio de 2021
Busca
Brasil

Caminhoneiros de MS podem parar no próximo dia 25

19 Jul 2004 - 08h44
 

Os 72 mil caminhoneiros de Mato Grosso do Sul devem cruzar os braços no próximo domingo, segundo o presidente do Sindicargas (Sindicato dos Transportadores de Cargas de Mato Grosso do Sul), Roberto Sinai, em entrevista ao Midiamaxnews nesta segunda-feira. Ele disse que ontem, domingo, se reuniu com lideres do interior do Estado para decidir se Mato Grosso do Sul vai aderir ou não a paralisação que os caminhoneiros de todo País pretendem fazer como forma de pressionar o governo federal para melhorias na malha viária.

Roberto informou também que até a próxima sexta-feira vai sr reunir novamente com a categoria para uma decisão definitiva e, se todos concordarem, os caminhoneiros de Mato Grosso do Sul vai parar. Na sexta-feira passada, dia 16, ele esteve reunido com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, juntamente com o ministro do Transporte, Alfredo Nascimento.

Na reunião, Sinai disse que o grande problema é com a Cide (Contribuição sobre Intervenção do Domínio Econômico) que é uma contribuição de 3% pago por todos os caminhoneiros na consumação de óleo diesel para conservação das estradas e rodovias federais, estaduais e municipais. Segundo Roberto Sinai, no domingo, os caminhoneiros de “Mato Grosso do Sul podem parar juntamente com os dos outros Estados”.

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada