Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 4 de abril de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
POLONIO IMÓVEIS
Brasil

Câmara Federal derruba PIS e Cofins sobre ração

8 Jul 2004 - 10h43
O PFL conseguiu derrubar ontem, no Plenário da Câmara dos Deputados, a cobrança de PIS e Cofins sobre a ração animal, usada principalmente no comnfinamento e na pecu-ária leiteira. O destaque em separado do PFL à MP da Cofins e PIS/Pasep foi aprovado por 186 votos a 159. Com isso, a ração animal fica entre os produtos beneficiados com alíquota zero da Cofins e do PIS/Pasep.
Minutos antes da votação, o deputado federal Murilo Zauith (PFL) usou a tribuna da Câmara pa-ra alertar o país sobre o aumento da carga tributária que estava contido na Medida Provisória nº 183, que altera as alíquotas do PIS/Pasep e da Cofins. "A MP é muito complexa, porque mexe com a vida das pessoas e pode aumentar ainda mais a carga tributária no país, principalmente no campo", alertou Murilo.
Ele lembrou que o aumento de impostos está encarecendo o custo de produção do país. "De cada R$ 100 produzidos no país, R$ 40 são de impostos", reclamou Murilo. "Os produtos da pecuá-ria, por exemplo, poderão ter seus impostos aumentados ainda mais caso essa MP seja aprovada pela Câmara", alertou o parlamentar.
Murilo lembrou que o aumento real da Cofins e do PIS/Pasep sobre os produtos agropecuários era uma incógnita. "Para se ter idéia, na eletricidade e gás de cozinha o PIS/Pasep aumentou 46% no ano passado, enquanto a elevação da Cofins ficou em mais de 50%", reclama. "Na cons-trução civil, o aumento do PIS/Pasep passou de 50% e estamos esperando para ver o quanto au-mentará a Cofins", observou. "O governo federal virou uma máquina de arrecadar e não
está dando qualquer contrapartida à sociedade, que segue sem acesso à saúde, segurança e habita-ção", desabafa.
Murilo afirma que a fome de impostos do governo é insaciável. "Precisamos ter tranqüilidade para discutir o projeto e conhecer o que vamos votar. Nós do PFL somos contra o aumento da carga tributária do País, que já é muito grande, principalmente na área da agropecuária, que pro-duz alimentos e garante o superávit da balança comercial", conclui. Antes do plenário derrubar a Cofins sobre a ração, Murilo lembrou que o pequeno produtor de leite sabia quanto custa produzir e que a margem de lucro era muito pequena. "Não podemos inserir o PIS/Pasep e a Cofins sobre o leite porque vai retirar toda a margem de lucro dos produ-tores", finalizou o deputado.
A cobrança da PIS/Pasep e Cofins sobre produtos agrocupecuários como a ração era tão absurda que até alguns parlamentares da bancada do governo chegaram a criticar a Medida Provisória.

 

Fátima News


Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO DA MÚSICA
Dupla de MS briga com Naiara Azevedo por publicar música sem autorização
332 MORTOS
Casos de coronavírus no Brasil em 3 de abril
TODOS CONTRA CORONAVÍRUS
Grupo Boticário doa 216 ton. de itens de higiene e anuncia apoio à compra equipamentos hospitalares
CORONAVÍRUS NO BRASIL
Mandetta responde críticas de Bolsonaro: 'quem tem mandato fala, quem não tem, trabalha'
252 MORTOS
Casos de coronavírus no Brasil em 2 de abril
ASSASSINATO
Menina de 13 anos que estava desaparecida é encontrada morta com sinais de espancamento
DOURADOS - POLONIO IMÓVEIS
Polonio Imóveis informa em como pedir a pausa de 3 parcelas no financiamento imobiliário da Caixa
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Farmácias abrem mais de 2 mil vagas de emprego; salários chegam a R$ 7.500
BRASIL 2019
Relembre os principais momentos esportivos do Brasil em 2019
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Governo abre inscrições para contratar 751 profissionais de saúde em MT