Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de junho de 2021
Busca
Brasil

Câmara do DF aprova em 1º turno eleição indireta para governador

18 Mar 2010 - 05h15Por G1

A Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou nesta quarta-feira (17), em primeiro turno, emenda que permite eleição indireta para governador e vice em caso de vacância dos cargos nos últimos dois anos de mandato. Para valer, a nova lei ainda precisa ser aprovada em segundo turno pelo plenário, com votos de dois terços dos deputados distritais, em dez dias.

A emenda, que foi aprovada por 19 votos, altera a Lei Orgânica do Distrito Federal, que prevê, em caso de impedimento do governador, que o cargo deve ser ocupado, na ordem, pelo vice, pelo presidente da Câmara Legislativa ou pelo presidente do Tribunal de Justiça.  A mesma emenda já havia sido aprovada nesta quarta, por unanimidade,
pela Comissão de Constituição e Justiça e pela Comissão Especial da Casa.

Nesta terça (16), o Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) determinou a perda do mandato do governador eleito do DF, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), por infidelidade partidária. 

 

Pela Lei Orgânica, nos casos em que o cargo de governador fica vago, deve assumir o vice-governador. Se não há vice, quem assume, segundo a legislação local, é o presidente da Câmara Legislativa. No cenário atual do DF, seria Wilson Lima (PR), que é o atual governador interino. Os deputados distritais, no entanto, desejam modificar a legislação do DF para adequá-la à regra de sucessão prevista na Constituição Federal, que estabelece a convocação em 30 dias pela Assembleia Legislativa de eleições indiretas para governador.


De acordo com o deputado Chico Leite (PT), qualquer cidadão que atenda aos critérios de elegibilidade previstos na Constituição pode se candidatar ao cargo de governador nas eleições indiretas, mas a escolha cabe à Câmara Legislativa. "Todos podem se candidatar se estiverem dentro dos critérios, como filiação a partido político e idade mínima", disse.

A Constituição exige que o candidato ao cargo de governador tenha idade mínima de 30 anos, nacionalidade brasileira, filiação partidária, domicílio eleitoral na circunscrição onde irá concorrer e pleno exercício dos direitos políticos. 

 

O governador eleito pela Câmara cumpriria um mandato-tampão até o final de 2010. Em janeiro de 2011, toma posse o governador que for escolhido nas eleições de outubro deste ano.


O caso
José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM) está preso desde o dia 11 de fevereiro na Superintendência da Polícia Federal, por determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Arruda é apontado em inquérito do Ministério Público Federal como o comandante de um suposto esquema de distribuição de propina a aliados. Fariam parte do esquema o então vice-governador, Paulo Octávio, deputados distritais e integrantes do governo.

Diante das denúncias, o DEM abriu processo de expulsão de Arruda, mas o então governador anunciou sua desfiliação antes que a Executiva do partido tomasse uma decisão. A saída voluntária de Arruda do DEM motivou sua cassação pelo TRE-DF por infidelidade partidária.


Antes de perder o mandato, Arruda foi afastado do cargo de governador e preso por determinação do STJ por ter supostamente tentado obstruir as investigações do escândalo de corrupção, que ficou conhecido como mensalão do DEM de Brasília. Ele teria ordenado a tentativa de suborno do jornalista Edmilson Edson dos Santos, conhecido como Sombra. O objetivo seria fazer com que Sombra mentisse em depoimento à PF.

Com o afastamento do governador, o então vice, Paulo Octávio, também citado nas denúncias, assumiu. No entanto, ele renunciou em 23 de fevereiro. Quem assumiu o governo interinamente foi o presidente da Câmara Legislativa, Wilson Lima (PR), que continua no cargo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai