Menu
SADER_FULL
quarta, 1 de abril de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
SETE QUEDAS - FALSO ASSALTO

Caixas da Gazin simulam assalto e são presos pela Polícia Civil em Sete Quedas

Caixas na Loja Gazin de Sete Quedas foram presos por furto mediante abuso de confiança e falsa comunicação de crime

6 Set 2013 - 08h10Por Jornal da Nova

Investigadores de Polícia da Delegacia de Polícia de Sete Quedas, chefiados pelo delegado Rinaldo Moreira, prenderam em flagrante no início da tarde desta quinta (5) Pamela Tainara de Assis Mirandola de 20 anos e Junior Porto dos Santos de 23 anos, ambos caixas na Loja Gazin de Sete Quedas por furto mediante abuso de confiança e falsa comunicação de crime.

Segundo o Delegado Rinaldo Moreira, na quarta-feira (4) por volta das 20h Junior telefonou para o gerente da Loja Gazin e alegou que havia sido vítima de roubo, quando na manhã desta quinta foi registrado o Boletim de Ocorrência nº 380/2013 na DP local, quando o caixa Junior alegou que dois indivíduos encapuzados adentraram na loja ao encerrar as atividades e o renderam, ameaçando de morte se não entregassem o movimento do caixa e que levaram aproximadamente R$ 35.000,00, detalhando que foi amarrado com fitas adesivas e que ambos os ladrões usavam revólveres e luvas.

Desconfiados das contradições demonstradas por Junior, o delegado e investigadores realizaram diligências e após os detalhes da suposta ação delituosa passado aos policiais, perceberam que se tratava de uma comunicação falsa de crime e que não havia ocorrido nenhum assalto, quando então Junior confessou após pedir a presença de Pamela na DP, que ambos simularam o assalto, sendo a versão confirmada por ela, sendo que ambos alegaram que havia diferença de aproximadamente R$ 20.000,00 no único caixa da loja que vinha ao longo das últimas semanas, quando em breve haveria uma auditoria na empresa, quando então decidiram na quarta que Pamela deixaria um valor de alguns dias de vendas e recebimentos em um saco plástico, para que Junior simulasse o roubo, o que foi feito, sendo que após as confissões, a quantia de R$ 10.814,00 reais e algumas notas de dólares e guaranis foram apreendidos na casa vizinha de Pamela, tendo sua mãe solicitado para que enterrasse o pacote de dinheiro, quando então foi dada voz de prisão a ambos.

Pamela e Junior estão presos em celas separadas na cadeia Pública de Sete Quedas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL 2019
Relembre os principais momentos esportivos do Brasil em 2019
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Governo abre inscrições para contratar 751 profissionais de saúde em MT
BRASIL - 175 MORTOS
Casos de coronavírus no Brasil em 31 de março
SEQUESTRO
Depois de quase 3 horas, homem que fazia ex-esposa de refém se entrega
DOURADOS - COMÉRCIO CONTINUARÁ FECHADO
Sem acordo, Délia diz que comércio continuará fechado na 2ª maior cidade do Estado de MS
JATEÍ - AÇÃO SOCIAL
JATEÍ: Detentas doam seus cabelos para pacientes com câncer do Hospital do Câncer de Barreto
SEU BOLSO
FGTS: trabalhador tem até hoje para fazer saque de até R$ 998
COVID-19
VÍDEO: Com irmão internado, cantor Mariano está assintomático para o novo coronavírus
NO LIMITE
"A gente já chegou no limite", diz Bolsonaro sobre economia do país
SHOW HUMANIZADO
Com 5 horas de live, Gusttavo Lima arrecada 100 mil para combater o Covid-19