Menu
SADER_FULL
domingo, 16 de maio de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Caixa vai reforçar financiamento para indústria naval e de peças

13 Ago 2010 - 13h28Por Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal decidiu direcionar mais suas ações para a cadeia de navipeças, englobando os setores de petróleo e gás e a indústria de offshore e indústria naval.

“É uma estratégia da empresa financiar principalmente a cadeia de fornecedores desses setores.

O foco será na pequena e média empresa, além da grande, utilizando a experiência da Caixa para fomentar a competitividade da indústria de fornecedores desses segmentos.”

A afirmação foi feita ontem (12) pelo gerente regional da Caixa, Julio César da Silva Costa.

O banco participou pela primeira vez da Feira e Conferência da Indústria Naval e Offshore (Navalshore), cuja sétima edição se estende até hoje (13), no Rio de Janeiro.

O convênio de adesão da Caixa como agente operador do Fundo de Marinha Mercante (FMM), que deverá ocorrer nos próximos dias, deve aumentar a procura da indústria naval por financiamento da instituição.

O crédito também deve chegar ao setor de navipeças, assinalou Costa, acrescentando que o segmento já iniciou contatos com a Caixa.

“As possibilidades são inúmeras, principalmente se levarmos em conta os investimentos previstos para o setor, que já estão sendo realizados, tanto na indústria naval, como no setor de petróleo e gás”, disse Costa. Somente a Petrobras, lembrou, prevê investir no país US$ 224 bilhões até 2014.

“Esses R$ 400 bilhões que vão girar na economia são recursos que precisam ser potencializados e financiados por meio da atuação da Caixa, por exemplo, na cadeia de fornecedores.”

A partir de setembro, uma vez efetuada a adesão da Caixa ao FMM, os financiamentos já poderão ser pleiteados, informou Costa.

Para isso, a instituição firmou parceria, por meio de convênios, com o Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).

Com recursos próprios, Costa afirmou que não haverá limitação para empréstimos pela Caixa aos setores.

“A Caixa não tem limitação de recursos para o setor produtivo. Portanto, os recursos estão disponíveis para os setores naval e de petróleo e gás”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada