Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 23 de novembro de 2020
SADER_FULL
Busca
BANNER ALVORADA
Brasil

Caixa Econômica lança conta investimento

1 Out 2004 - 08h26

Abertura será automática para os clientes investidores do banco. A Caixa Econômica Federal lança nesta sexta-feira, 1º de outubro, sua Conta Investimento.  Parte de um pacote de medidas do governo para estimular a poupança de longo prazo e desenvolver o mercado de capitais, a Conta Investimento contribuirá para tornar o mercado de capitais mais acessível aos clientes, que terão maior liberdade para a tomada de decisão em relação as suas aplicações, uma vez que elimina a cobrança da CPMF na transferência de recursos entre os diversos produtos de investimentos. Além do benefício da CPMF, a CAIXA não irá cobrar tarifa de abertura ou manutenção dessas contas.

A partir de 1º de outubro, todas as aplicações em CDB/RDB, Fundos de Investimentos, Letras Hipótecárias, Tesouro Direto serão feitas exclusivamente por meio da Conta Investimento. Para os clientes investidores, a CAIXA já providenciou a abertura automática da Conta Investimento, mantendo o mesmo número e senha de acesso da conta corrente já existente. Essa providência atingiu um universo em torno de 850 mil clientes da instituição.

Na prática, a Conta Investimento servirá de ponte entre as aplicações financeiras - qualquer movimentação de recursos de um produto de investimento para outro passará antes por uma Conta Investimento em nome do titular da aplicação. Haverá cobrança de CPMF na transferência da conta corrente para a Conta Investimento. Somente a partir de 01/10/2006 a transferência das aplicações antigas para a nova conta será isenta de CPMF.

A CAIXA também disponibilizará, como parte da Conta Investimento, a nova Poupança Integrada CAIXA, cuja movimentação ocorrerá também exclusivamente por meio da Conta Investimento. A nova modalidade de Poupança, da mesma forma que os demais investimentos, permitirá a migração para outros investimentos sem o pagamento da CPMF.

Investimentos realizados antes de 01/10/2004: essas aplicações continuarão vinculadas à sua conta corrente e, no resgate ou vencimento, serão creditadas nesta mesma conta. No caso de reaplicação ou renovação, antes de 01/10/2006, o valor deverá ser transferido para a Conta Investimento, com incidência de CPMF.

Investimentos realizados após 01/10/2004: a partir desta data, todas as novas aplicações serão efetuadas por meio da Conta Investimento. As movimentações futuras para renovação ou entre diferentes modalidades de aplicações não terão cobrança de CPMF.

 

Caderneta de Poupança, a Conta Investimento e a nova Poupança Integrada

As novidades do mercado financeiro, em nada afetam a tradicional Caderneta de Poupança, cujas características e benefícios permanecem intactos, permitindo assim depósitos e saques diretamente na conta de Poupança.

 Sob a ótica da CAIXA, que possui uma base de mais de 25 milhões de contas de Poupança, um total de depósitos de R$ 47,5 bilhões e a maior participação de mercado (31,16% - Ago/04), o advento da Conta Investimento fortalecerá os atributos já reconhecidos da Poupança CAIXA, como a simplicidade, liquidez e segurança ao poupador.

Já a Poupança Integrada passa a funcionar como uma extensão da Conta Investimento, destinada especificamente para melhor movimentação de recursos, sem cobrança da CPMF. Quanto à rentabilidade, esta permanece igual à da poupança tradicional. Cabe lembrar, que a poupança tradicional manterá um diferencial frente à nova Poupança Integrada: a CAIXA continuará creditando o adicional compensatório da CPMF, quando do saque de valores depositados a mais de 90 dias, motivo suficiente para que o poupador permaneça onde está.
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXILIO POPULAÇÃO
Ala política defende prorrogar auxílio emergencial, mas Bolsonaro ainda não decidiu
DIAGNÓSTICO COMPROMETIDO
Bolsonaro diz que estados e municípios devem explicar testes de Covid sem uso prestes a vencer
FENÔMENO DA NATUREZA
Meteoro explode sobre a fronteira do RS com o Uruguai; veja imagens
PANDEMIA
Brasil acumula 6,07 milhões de casos e 169 mil mortes por covid-19
VENDA DE CARROS
A venda de carros novos continua crescendo
GREVE DE FOME
Professores fazem greve de fome por revogação de edital de temporários
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio emergencial é creditado para nascidos em dezembro
SUPER HERÓI
Vizinho quebra grade de janela e salva bebê de incêndio
VINGANÇA
Prefeito perde eleição e demite 365 funcionários; cidade fica sem médicos especialistas
TRAGÉDIA NA PISTA
Bebê de 2 meses e avô morrem em batida com caminhonete