Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
FORÇA DE VONTADE

Cadeirante desempregado usa kit e vira entregador de comida - Vídeo

Cadeirante, desempregado e agora entregador. Cleber Vaz, de 39 anos, descobriu na internet um kit de mobilidade urbana motorizado para cadeirantes que mudou a vida dele.

22 Nov 2019 - 14h23Por So Noticia Boa

Cadeirante, desempregado e agora entregador. Cleber Vaz, de 39 anos, descobriu na internet um kit de mobilidade urbana motorizado para cadeirantes que mudou a vida dele.

Há dois meses ele circula trabalhando como “cadeiroboy”, com uma moto adaptada fazendo entregas para Uber Eats e Bee Delivery. O vídeo de Cleber fazendo entregas viralizou nas redes sociais. (assista abaixo)

“Nenhuma empresa contrata cadeirante. As vagas são preenchidas por pessoas que possuem pequenas deficiências, como por exemplo, quem não tem um dedo. Então, por conta disso, eu vi uma oportunidade nos aplicativos para trabalhar”, disse ao A Crítica.

“Eu já vendia bolo na rua com a minha esposa. Vendemos até hoje bolo de macaxeira e de milho, eu mesmo que faço. Tudo começou aí para eu querer ir atrás do kit.  Já trabalhei como fiscal e auxiliar administrativo, tudo graças à Associação dos Deficientes Físicos, a Adefa. Eles conseguiram para mim, sou muito grato”, diz o motoboy.

Kit livre

O kit deu liberdade de locomoção e uma nova perspectiva para o motoboy que trabalha sorridente pelas ruas de Manaus.

O guidão automatizado, que é conhecido como “kit livre”, vem diretamente de São José dos Campos (SP) e é totalmente adaptável à cadeira de rodas de Cleber.

O equipamento elétrico alcança no máximo 35km/h.

História

Com 21 anos Cleber levou um tiro e ficou paraplégico.

“Há 17 anos que vivo nessa condição. Tento me virar do jeito que eu posso. Muita gente conhece a minha história de vida. Fui baleado quando tinha 21 anos e acabei ficando paraplégico. Então, esse foi o modo que eu vi para ajudar a sustentar a minha família, pois as coisas não estão fáceis”, disse o autônomo de 39 anos.

Cleber Vaz explicou que a situação da família se complicou.

Morador do bairro Aleixo, situado na Zona Centro-Sul da capital amazonense, Cleber é casado e pai de três filhos pequenos, um menino de 13, uma menina de 9 e outro menino de 5 anos.

Mesmo numa condição especial ele se dedica total e incondicionalmente para criá-los.

“Eu vivia em casa chorando porque tinha acabado de perder um sobrinho de 14 anos por conta de um tiro na porta de casa. Sem Deus na minha vida, eu não teria conseguido. Por isso eu digo que fazer entregas salvou a minha vida. Isso me tirou da depressão”, revela.

Famoso

Cleber afirma que tem sido maravilhoso trabalhar com o delivery, pois por onde passa querem tirar fotos com ele.

“As coisas se tornaram mais difíceis, mas, devido ao tempo que tenho na cadeira, vivo uma vida normal como qualquer outra pessoa, pego até meus filhos na escola, sou completamente reabilitado”, explica o entregador, que brinca se autodenominando “cadeiroboy”.

Há dois anos, Cleber se tornou diácono da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Amazonas (IEADAM).

Segundo ele, fazer a obra para o Criador também é o que lhe motiva a continuar.

“Ajudo como Diácono na igreja aqui do bairro, resgatando vidas de jovens perdidos que precisam de amor.

Isso me motiva a ser alguém melhor todos os dias, não só para a minha família, mas para os outros também. É importante fazer o bem e ajudar na obra de Deus”, explicou o entregador.

Assista ao vídeo de Cleber fazendo entregas pelo Uber Eats, que viralizou nas redes sociais:

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cissa Amaral morreu no local e Sebastião Faria foi socorrido ACIDENTE FATAL
Enfermeira morre e policial civil fica ferido em acidente de moto
Lucas chegou a ser socorrido, mas morreu neste domingo FORAGIDOS
Jovem sai para buscar cachorro que escapou e é morto com 2 tiros
Os dois estão separados há dois meses e tem dois filhos juntos, os quais estavam morando com a mãe. TRAGÉDIA NA FAMILIA
Motorista da Energisa mata ex-mulher ontem e hoje comete suicídio
COVID-19 NO FUTEBOL
Flamengo tem 6 casos de covid-19, mas Conmebol não aceita adiar jogo da Libertadores
Tumulos quadruplicaram em maior parte dos cemitérios BRASIL - 136.895 MORTES
Saúde atualiza números da pandemia: Brasil tem 363 novos óbitos
Caixa com cenouras de boa qualidade 100 DESPERDÍCIOS
Governo cria Rede de Bancos de Alimentos para combater desperdício
Ainda de acordo com a atualização, 567.369 pessoas estão em acompanhamento e outras 3.753.082 se recuperaram. PANDEMIA
Covid-19: Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 134,9 mil mortes
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa abre 770 agências amanhã das 8h às 12h
Apesar do esforço médico a adolescente não resistiu. DESCARGA FATAL
Adolescente segura extensão de energia e morre após sofrer descarga elétrica
Assaltante magro está com um revólver na mão direito e boné na esquerda TERROR NA RODOVIA
Vídeo mostra ação extremamente violenta de ladrões em Rodovia