Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 27 de novembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Bush chamará 70.000 soldados de volta ao País

16 Ago 2004 - 14h07
O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, deve chamar de volta ao país milhares de soldados atualmente em serviço na Europa e Ásia. Esta está sendo considerada uma estratégia de Bush para atrair votos das famílias dos militares nas próximas eleições. A retirada deve durar cerca de dez anos e será o maior movimento de tropas feito pelos Estados Unidos desde a época da Guerra Fria. O anúncio foi feito pelo próprio Bush durante discurso em uma convenção para veteranos de guerra, em Cincinnati.

Os planos do presidente afetarão cerca de 70.000 soldados além de 100.000 familiares e integrantes das equipes de suporte. Uma grande parte do efetivo será realocado em bases militares dos EUA. O restante dos soldados receberá promoções para postos no leste da Europa. Já os cerca de 200.000 soldados que estão agora no Iraque e Afeganistão não serão beneficiados pela medida.

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREFEITO
Sul Mato grossense perfumeiro desbanca atual prefeito e vence eleição em Foz do Jordão-PR
100 COPINHA
FPF anuncia o cancelamento da Copa São Paulo Junior de 2021
CNH VENCIDA
Motoristas poderão dirigir com CNH vencida por até um ano; entenda
FRENTE FRIA CHEGANDO
Nova frente fria avança sobre o Sul do Brasil
BRASIL - 170.799 MORTES
Brasil tem variação de aumento 29% de Mortes por Covid-19
TRAGEDIA NA RODOVIA
Acidente entre ônibus e caminhão matou 41 pessoas
DISPARO ACIDENTAL
Quando colhia castanhas, Índia de 14 anos é morta com tiro disparado pelo próprio marido
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violento acidente entre ônibus e caminhão em rodovia provoca 22 mortes
Zezé Di Camargo canta durante velório do pai, Francisco Camargo, em Goiânia  Foto: Vítor Santana G1 TRISTE PARTIDA
Zezé Di Camargo toca sanfona e canta 'É o Amor' durante velório do pai
LUTO NA TV
Fernando Vannucci, apresentador, morre aos 69 anos em São Paulo