Menu
SADER_FULL
quarta, 3 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Busca submarina encontra chassi de caixa-preta do voo 447

27 Abr 2011 - 15h36Por Folha

DA ASSOCIATED PRESS, EM PARIS

O BEA (Birô de Investigações e Análises), do governo francês, disse nesta quarta-feira que um robô submarino encontrou o chassi de uma caixa-preta que registrou os dados do voo 447 da Air France, que caiu no mar e matou 228 pessoas em 2009.

Segundo o BEA, o chassi do FDR (Flight Data Recorder) do Airbus estava no fundo do mar, ao lado de destroços da aeronave.

O módulo de memória do aparelho --Crash Survivable Memory Unit--, que contém os registros de todas as informações do voo, ainda não foi localizado.

A operação continua, e um novo mergulho do robô submarino já começou pela manhã. Os investigadores esperam que as duas caixas-pretas (a com os dados do voo e a do registro de voz da cabine) possam determinar o que causou o acidente com o avião, que faria o trajeto Rio-Paris.

O primeiro mergulho em buscas dos destroços do voo, localizados no começo deste mês, foi realizado na manhã de ontem e durou mais de 12 horas. O navio francês Ile de Sein, responsável pela operação de resgate, está na área do acidente na costa brasileira. De acordo com o BEA, 68 pessoas estão a bordo do navio, incluindo a tripulação.

Entre eles estão nove operadores do robô submarino Remora 6000, que irá recolher os destroços, outros técnicos da empresa americana Phoenix International, proprietária dos equipamentos, e membros do BEA.

GRUPOS

Durante a viagem ao Brasil, a equipe de resgate se reuniu para analisar a organização da quinta fase de buscas, as especificações técnicas dos robôs e as medidas de segurança a bordo.

Sob a direção do BEA, dois grupos de trabalho foram formados. O primeiro continua analisando os dados e imagens da quarta fase de buscas, que localizou os destroços do Airbus A330. Segundo o BEA, a análise está focada nas partes da cauda do avião, onde podem estar as caixas-pretas do voo 447 da Air France.

O segundo grupo estuda os procedimentos operacionais destinados a recuperar as caixas-pretas, os computadores de bordo e as demais peças da aeronave.

No comunicado do BEA não foi citado se os corpos das vítimas da tragédia serão resgatados.

Na semana passada, a Aeronáutica afirmou que o governo francês iria buscar os corpos das vítimas, mas que ainda não havia informações sobre a possibilidade do resgate.

A Associação das Famílias das Vítimas do Voo 447 da Air France, porém, disse que durante reunião com o BEA ficou decidido que os corpos não seriam resgatados, o que provocou protestos por parte dos parentes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário
BOA NOTICIA
Governo zera PIS e Cofins do diesel e do gás de cozinha
RIGOR DA LEI
Cidade vai multar em até R$ 60 mil quem descumprir decreto de combate ao Covid-19
PANDEMIA 100 FIM
Brasil tem 30.484 mortes por Covid-19 em fevereiro, 2º maior número em toda a pandemia
charge_gasolina 100 TRÉGUA
Facada: Petrobras anuncia novo aumento nos preços da gasolina e diesel
CARCERE PRIVADO
Homem é preso por cárcere privado e violência doméstica após mulher pedir socorro com foto nas redes
NOVO AUXILIO
Presidente afirma Auxílio emergencial deve voltar em março, com parcelas de R$ 250
ALERTA EPIDEMIOLÓGICO
Covid-19: Brasil registra 1.541 mortes em 24 horas
MUNDO DO CRIME
Após morrer de Covid-19 no mesmo dia, casal tem oficina invadida e furtada
TRISTEZA NA FAMILIA
Pai e filho morrem de Covid-19 com poucas horas de diferença