Menu
SADER_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Bruno e Macarrão já estão no Rio para a audiência quarta-feira

24 Ago 2010 - 15h16Por G1

O goleiro Bruno e seu amigo Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, réus no processo sobre o desaparecimento e morte de Eliza Samudio, chegarão ao Rio de Janeiro na quarta-feira (25) para a primeira audiência marcada do processo em que são acusados pelos crimes de sequestro, cárcere privado e lesão corporal contra Eliza em outubro de 2009, ao supostamente tentarem fazer com que ela abortasse o filho que seria do atleta.

Bruno e Macarrão estão presos no presídio Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A audiência é na quinta-feira (26), mas, de acordo com a delegada da Polinter, Roberta Carvalho, os dois devem desembarcar no Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio, por volta de 11h de quarta-feira.

Os dois serão transferidos pela polícia de Minas Gerais na quarta-feira (25) até o Aeroporto Santos Dumont, para então, sob responsabilidade da Polinter, serem encaminhados até o presídio de Bangu II.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSUSTADOR E REAL NO BRASIL
Com uma morte por minuto, Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus nas últimas 24h, novo recorde
JULGAMENTO
TSE julga se cassa Bolsonaro e vice a partir de terça
AUXILIO DOENÇA
Como pedir concessão e prorrogação do auxílio-doença durante pandemia
1º CASO NO BRASIL
Paciente recuperada de coronavírus no Piauí volta a ter teste positivo
VITIMAS DA COVID 19
Mãe, avó e irmão de jovem morrem por covid-19: 'essa doença é horrível'
COVID-19
Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'