Menu
SADER_FULL
sexta, 14 de maio de 2021
Busca
Brasil

Brasileiros dão nota baixa para qualidade de vida no país

11 Ago 2010 - 07h28Por Universo Online

Quanto falta para o Brasil se tornar um país onde as escolas ofereçam oportunidades reais e trabalham em conjunto com a família, onde os locais de trabalho deixem as pessoas felizes e realizadas, e onde o atendimento médico não seja apenas eficiente, mas também acolhedor aos pacientes. Pelo novo indicador de desenvolvimento lançado nesta terça-feira (10) pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), ainda falta muito para o Brasil chegar no ideal.

O chamado Índice de Valores Humanos (IVH) é uma média de três outros índices que consideram a vivência e a percepção da população nas áreas da saúde (IVH-S), da educação (IVH-E) e do trabalho (IVH-T) na hora de medir o desenvolvimento em cada uma das cinco regiões do país. Em uma escala de 0 a 1, são pontuados, por exemplo, o respeito no atendimento médico, a qualidade da convivência escolar e familiar e as experiências positivas no ambiente profissional.

Neste primeiro levantamento feito por pesquisadores brasileiros, foram ouvidas 1.887 pessoas em 148 cidades de 24 unidades da federação. As regiões Sul e Sudeste apresentaram os maiores valores de IVH (0,62) e a região Norte, o pior resultado (0,50). O Centro-Oeste e o Nordeste aparecem com 0,58 e 0,56, respectivamente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada