Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 13 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Brasileira entre maiores vítimas de crimes sexuais

14 Set 2004 - 10h29
As mulheres latinas, particularmente as brasileiras e argentinas, são as mais expostas a crimes sexuais no mundo. A informação faz parte do relatório O Estado das Cidades do Mundo: 2004-05, divulgado nesta terça-feira, pela ONU (Organização das Nações Unidas).

A América Latina registra os mais altos índices de crimes sexuais. Cerca de 70% dos casos de violência sexual são estupros, tentativas de estupro e outras agressões sexuais.

O relatório critica a legislação brasileira, que considera o crime de violência doméstica penalmente mais leve do que uma briga na rua.

O documento também diz que os agressores são rapidamente soltos no Brasil e retornam às suas casas "somente para ameaçar a vítima para que não o denuncie novamente".

Prevenção
A recomendação é de que o Brasil dê mais poder às mulheres, promovendo a prevenção e a redução de sua exclusão social.

A América Latina também possui os níveis mais baixos de pessoas que estão satisfeitas com a atuação da polícia. De acordo com a Pesquisa Internacional de Vítimas de Crimes, 70% da população está insatisfeita.

O documento diz que os policiais latinos são os que aparentam ter o maior envolvimento com subornos.

O relatório também destaca os índices de criminalidade no Brasil, que cresceram muito nos últimos anos.

Entre os quase 30 mil homicídios registrados, a maioria estão ligados ao uso ou tráfico de drogas. A venda de drogas emprega cerca de 20 mil crianças ou jovens. Um "avião" (vendedor de drogas) ganha freqüentemente mais do que seus próprios pais.

Confiança
A América Latina também registra os índices mais baixos de confiança da população em pessoas e em instituições. Entre 1996 e 2003, a situação vem piorando em relação à confiança nas instituições públicas.

Os níveis de confiança vêm caindo gradualmente nesse período, de acordo com os dados coletados e apresentados no relatório.

O Estado das Cidades do Mundo tem como objetivo analisar o impacto da globalização nas cidades, fazendo um retrato da sociedade tanto do lado econômico como cultural.

A idéia é fazer com que os dados apresentados no relatório sirvam como base para projetos que ajudem aos países cumprem as Metas do Milênio, desenvolvidas pela ONU.

O documento vai ser discutido durante o Fórum Mundial Urbano, que está sendo realizado na cidade de Barcelona, na Espanha.

 

BBC Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DA COVID 19
Cantor morre de covid-19 após sogro e sogra; esposa está em isolamento
CAOS NA SAUDE
MT está perdendo a guerra para o coronavírus; nós subestimamos a doença
TRAGEDIA NO CONDOMÍNIO
Adolescente que matou amiga treina tiro esportiva há 3 anos com o pai
VIOLENCIA DOMESTICA
Mulher tem rosto desfigurado após ser agredida e pisoteada pelo marido bêbado
CORONAVIRUS AVANÇA
Brasil tem 72.234 mortes por Covid-19, segundo consórcio de veículos da imprensa em boletim das 13h
BONITO - DICAS AGÊNCIA
Como fazer Snorkel em Bonito MS, o que ver, o que fazer e o que não!
PANDEMIA CORONAVIRUS
Filho de ex-jogador famoso vende geleias e não vê o pai há nove anos
SOB INVESTIGAÇÃO
Maria Aldenir lutou com assassino, mas viu a filha ser morta com 24 facadas
AVANÇO DA PANDEMIA
Mais 903 casos e 33 mortes por coronavírus foram registrados em 24h em MT
BRASIL - 71.515 MORTES
Brasil tem 1.842.127 casos de Covid-19, aponta consórcio de veículos da imprensa em boletim das 8h