Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Brasil sofre, mas ganha amistoso contra o Equador

10 Out 2006 - 17h37
Foi um jogo duro, mas a seleção brasileira conseguiu mais uma vitória sob o comando de Dunga: ganhou por 2 a 1 do Equador, de virada, nesta terça-feira no Estádio Rassunda, em Estocolmo, na Suécia. Uma vitória difícil devido à pressão do adversário, que teve o domínio até ter um jogador expulso e passar mais de 60 minutos com um a menos em campo.

A partida foi fraca tecnicamente, com temperatura baixa (média de 10ºC) e campo molhado. Desta vez o time do técnico Dunga teve dificuldades, pois o Equador começou muito bem, marcando forte no ataque, com um certo exagero nas divididas. A pressão surtiu efeito pelo gol marcado por Borja, aos 22 minutos do primeiro tempo. Mendez, no lado direito, cruzou a bola entre Juan e Lúcio - ou seja, no meio da defesa -, e Borja foi mais rápido que Gomes (que errou na saída do gol) e cabeceou para marcar.

O domínio e a pressão equatoriana acabou aos 28 minutos, quando Valência foi expulso por dar uma cotovelada em Dudu Cearense. A partir daí, aos poucos, o Brasil foi se acertando (deu o primeiro chute aos 36 minutos, com Robinho) e o gol de empate saiu em um erro da defesa adversária, aos 44 minutos. A jogada: Adriano cruzou da esquerda, Espinoza errou o chute - rebateu para o meio -, e Fred aproveitou para chutar de pé direito no canto de Mora para marcar o gol.

No segundo tempo, com a entrada de Ronaldinho e o recuo do Equador, o Brasil passou a pressionar. Criou boas chances e, aos 28 minutos, enfim fez o segundo gol, com Kaká. Na jogada, primeiro ele acertou o travessão. No rebote, Maicon chutou forte, Mora desviou e Ronaldinho cruzou para Kaká, que novamente chutou, mas agora de esquerda, e tranqüilamente marcou o gol.

Chances de marcar mais gols o Brasil teve, já que os equatorianos sequer atacaram no segundo tempo. Ronaldinho acertou o travessão em duas cobranças de faltas e Maicon exigiu uma boa defesa de Mora num chute cruzado. O jogo, infelizmente, ainda teve quatro invasões de torcedores ao campo. Com os 2 a 1, Dunga garantiu sua quarta vitória em cinco jogos. O próximo e último amistoso do ano do Brasil será contra a Suíça, no dia 15 de novembro.

Ficha técnica:

Brasil 2 x 1 Equador

Brasil - Gomes; Maicon (Daniel Alves), Lúcio, Juan e Adriano; Gilberto Silva, Dudu Cearense (Ronaldinho), Elano (Mineiro) e Kaká; Robinho e Fred (Rafael Sóbis). Técnico: Dunga.

Equador - Mora; De la Cruz, Espinoza, Hurtado e Ambrosi; Castillo, Edwin Tenorio (Montaño), Valencia e Mendez (Urruti); Borja (Zura) e Caicedo (Saritama). Técnico: Luis Fernando Suárez.

Gols - Borja, aos 22, e Fred, aos 44 minutos do primeiro tempo; Kaká aos 28 minutos do segundo tempo.
Árbitro - Stefan Johanesson (SUE).
Cartões amarelos - Mendez, Elano, Gilberto Silva e Robinho.
Cartão vermelho - Valencia.
Público e renda - Não disponíveis.
Local - Estádio Rassunda, em Estocolmo (Suécia).

 

 

Estadão

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro