Menu
SADER_FULL
domingo, 13 de junho de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Brasil melhora cinco posições em ranking de corrupção

17 Nov 2009 - 10h32Por BBC Brasil

O Brasil subiu cinco posições no ranking anual de corrupção compilado pela organização Transparência Internacional (TI), divulgado em Berlim, Alemanha, nesta terça-feira.

O País recebeu este ano 3,7 pontos, numa escala de 0 a 10, passando da 80ª colocação em 2008, para o 75º lugar entre 180 nações analisadas, posição compartilhada com Colômbia, Peru e Suriname.

Apesar da melhora, o Brasil continua entre os países com índice alto de percepção de corrupção. O Brasil está apenas quatro posições à frente de Burkina Faso, China, Suazilândia e Trinidad e Tobago.

O índice é calculado com base em pesquisas feitas por instituições de renome, que ouviram especialistas e empresários, convidados a dar sua opinião sobre a percepção que têm da corrupção existente entre funcionários públicos e políticos de seus países.

A situação do Brasil é comparável à da América Latina como um todo: 21 dos 31 países da região incluídos no levantamento receberam pontuação abaixo de 5, indicando problemas sérios de corrupção. Nove deles não passaram dos 3 pontos, marco indicativo de corrupção desenfreada.

"Economias líderes na região que deveriam se tornar bastiões anticorrupção, foram sacudidos por escândalos envolvendo impunidade, subornos, corrupção política e abuso da máquina pública", diz o documento.

Com exceção da Guatemala, nenhum país da região registrou melhora significativa em sua pontuação.

O documento diz que instituições frágeis, práticas governamentais indevidas e influência excessiva de interesses privados continuam a minar esforços para promover desenvolvimento igualitário e sustentável na América Latina.

Além disso, acrescenta o relatório, jornalistas da região enfrentam um ambiente de restrições crescentes, com muitos países aprovando legislações destinadas a silenciar a cobertura crítica, o que limita a liberdade de imprensa e as possibilidades de divulgar as práticas de corrupção e seus impactos.

Ainda de acordo com a Transparência, a crise financeira expôs a importância de boa governança nos setores público e privado e das relações entre os dois setores, levando em conta os pacotes de estímulos que estão injetando grandes quantias de dinheiro nas economias afetadas.

O ranking mundial teve poucas alterações significativas. Nova Zelândia (terceiro lugar no ano passado) lidera o ranking atual, seguida da Dinamarca (líder em 2008). Cingapura passou do quarto para o terceiro lugar, dividindo a posição com a Suécia, que caiu da segunda colocação no ano passado.

Entre os países no final da lista estão nações marcadas por instabilidade política ou guerras, como Somália, Afeganistão e Mianmar.

O resultado nesses países, segundo a ONG, demonstra que nações tidas como as mais corruptas são também as que mais sofrem com conflitos longos, que destróem sua infraestrututa govermanental.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta