Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
sábado, 17 de abril de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Brasil ganha vaga em mais duas provas em Atenas

6 Jul 2004 - 15h38
Já comemorando o fato de ter uma delegação com 20 atletas na Olimpíada de Atenas, a natação brasileira ganhou mais um motivo para se alegrar: a Fina (Federação Internacional de Natação) divulgou nesta terça-feira (6) a lista das equipes participantes das provas de revezamento nos jogos e confirmou o Brasil nos 4x100m medley masculino e nos 4 x 100m livre feminino.

Com isso, entram para a delegação do Brasil o nadador de costas Paulo Maurício Machado (4x100m medley) e as nadadoras Tatiana Lemos e Renata Burgos (4x100m livre). A natação tem agora 23 atletas nos Jogos Olímpicos, 15 homens e 8 mulheres, o maior time do país na história da competição.

O revezamento 4x100m livre feminino, principalmente, sofreu com a saída de Julyana Bassi Kury, que testou positivo em exame de doping feito no Troféu Brasil, em maio, desfalcando o time e levando consigo o tempo estabelecido ao final da competição, 3min45s38.

Para conquistar a quarta e última vaga da prova nos Jogos, a marca válida foi a de 3min47s05, estabelecida nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, há um ano.

Além de Tatiana Lemos e Renata Burgos, estão na equipe Rebeca Gusmão e Flávia Delaroli, que já estão no grupo de Atenas em provas individuais. Também conseguiram lugar as equipes da França (3min40s67), Canadá(3min45s38) e Espanha (3min46s71).

Na prova masculina de 4x100m medley o Brasil conseguiu a terceira das quatro vagas restantes também com o tempo feito em Santo Domingo, 3min41s02.

Paulo Maurício Machado entra no grupo que contará ainda com Eduardo Fischer (peito), Gabriel Mangabeira (borboleta) e Jáder Souza (livre). Entraram nesta última seletiva junto com o Brasil os times da África do Sul (3min40s78), Nova Zelândia (3min40s86) e Itália (3min42s46).

A ausência fica por conta da equipe de 4x100m medley feminino que teria Fabiola Molina, Ivi Monteiro, Mariana Katsuno e novamente Rebeca Gusmão. As quatro tinham 4min12s90, que é recorde sul-americano, mas o último time a conseguir vaga para Atenas, a Dinamarca, tem 4min10s69.

O Brasil conseguiu vaga em Barcelona para as equipes masculinas de 4x100m e 4x200m livre e para o time feminino de 4x200m livre.

Os demais tiveram que esperar esta análise de tempos geral e retrospectiva. Para aumentar suas chances, a CBDA solicitou à Fina autorização para uma tentativa logo após as provas do Troféu Brasil-Correios, em maio deste ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições