Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 20 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Brasil fica estável no Índice de Desenvolvimento Democrático da AL

10 Out 2009 - 07h41Por Terra
O Brasil se manteve estável na pontuação do Índice de Desenvolvimento Democrático da América Latina (IDD-Lat) de 2009, que qualifica as condições básicas de democracia, respeito aos direitos políticos e às liberdades civis, a qualidade institucional e à eficácia e o poder efetivo para governar.

Pelo ranking atual, o país figura na oitava posição, na lista encabeçada por Chile e Costa Rica, países com melhor desempenho de desenvolvimento democrático da América Latina entre os 18 pesquisados.

Divulgado nesta sexta-feira na capital argentina, o ranking é elaborado pela fundação alemã Konrad Adenauer e o portal da internet de política latino-americana Polilat.com, desde 2002.

Segundo o relatório, persiste uma grande disparidade no comportamento dos países, 17% de nações têm elevado grau de desenvolvimento, 28% têm nível médio e os 55% restantes estão na zona de subdesenvolvimento democrático.

Neste ano, a busca pelo desenvolvimento democrático foi afetada pela crise global, o que criou sérias dificuldades para o desenvolvimento da região e aprofundou a desigualdade.

"O fim do ciclo de bonança fica evidente na queda de alguns indicadores e preocupa o impacto de desemprego e pobreza que pode ocasionar a crise em boa parte da economia latino-americana", indica o documento.

Segundo o documento, o surgimento de barreiras comerciais e restrições nos mercados geram tensões entre os vizinhos.

As ameaças à governabilidade democrática continuam presentes na região, gerando bolsões de autoritarismo e populismo.

Um caso evidente nestes dias é a situação hondurenha, que expressa com todo dramatismo a incapacidade da democracia.

Neste último ranking Honduras tem uma pontuação de 3,859, abaixo dos 4,408 pontos obtidos no índice de 2008.

- Classificação Índice de Desenvolvimento Democrático 2009: 1.Chile: 10,000.

2.Costa Rica: 9,696.

3.Uruguai: 9,262.

4.Panamá: 7,191.

5.México: 6,490.

6.Argentina: 5,852.

7.Peru: 5,587.

8.Brasil: 4,514.

9.Colômbia: 4,073.

10.Paraguai: 3,860.

11.Honduras: 3,859.

12.Nicarágua: 3,795.

13.República Dominicana: 3,677.

14.Venezuela: 3,591.

15.El Salvador: 3,490.

16.Equador: 3,484.

17.Guatemala: 3,284.

18.Bolívia: 2,593.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões